sicnot

Perfil

Economia

Santander Totta recebe 200 M€ do BEI para financiar PME

O Banco Europeu de Investimento (BEI) concedeu hoje ao Santander Totta a primeira tranche de 200 milhões de euros num total de 500 milhões para financiar projetos realizados por Pequenas e Médias Empresas (PME).

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

Segundo um comunicado emitido pelo banco, o acordo respeitante à primeira tranche do empréstimo, no montante de 200 milhões de euros, foi hoje assinado em Lisboa por Román Escolano, vice-presidente do BEI, e por António Vieira Monteiro, presidente da comissão executiva do Santander Totta.

O comunicado refere que as PME e as 'mid-caps' (empresas com um máximo de 3.000 trabalhadores) "terão acesso a este financiamento com taxas de juro e prazos favoráveis para os seus investimentos e fundo de maneio".

O empréstimo servirá para financiar investimentos promovidos por PME e 'mid-caps' que desenvolvam projetos elegíveis em diferentes setores da indústria e dos serviços.

O banco indica que "a maioria dos projetos elegíveis para financiamento será localizada em Portugal, e cerca de 80% dos fundos serão afetados a investimentos em regiões de convergência".

Trata-se da quarta operação deste tipo realizada com o Banco Santander Totta no quadro da política do BEI de apoiar as PME como meio fundamental para promover o crescimento sustentável e o emprego.

Na quinta-feira, o BEI assinou um acordo com o Millennium BCP em que disponibilizou a primeira parcela, no valor de 250 milhões de euros, de um empréstimo de 500 milhões de euros, destinado também a financiar as PME.

O banco liderado por Nuno Amado referiu que o contrato de financiamento relativo à primeira parcela de 250 milhões de euros foi assinado em Lisboa, pelo vice-presidente do BEI, Román Escolano, e pelo administrador financeiro do Millennium BCP, Miguel Bragança.

Em 2014, o grupo BEI concedeu um montante recorde de 25.500 milhões de euros às pequenas empresas, beneficiando mais de 290.000 empresas em toda a Europa.

Em Portugal, no mesmo ano, o BEI assinou acordos de empréstimo no valor total de 1.319 milhões de euros, incluindo 875 milhões de euros destinados às PME e mid-caps.

Lusa

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.