sicnot

Perfil

Economia

Yellen vê progressos na economia antes de reunião da Reserva Federal

A presidente do banco central norte-americano, Janet Yellen, afirmou esta quarta-feira que a economia dos Estados Unidos deverá conhecer "um crescimento moderado" nos próximos anos, suficiente para criar emprego.

Num discurso em Washington, a duas semanas de uma reunião muito aguardada da Reserva Federal (Fed), Yellen mostrou-se confiante na melhoria do mercado laboral e numa subida da inflação.

Num discurso em Washington, a duas semanas de uma reunião muito aguardada da Reserva Federal (Fed), Yellen mostrou-se confiante na melhoria do mercado laboral e numa subida da inflação.

© Joshua Roberts / Reuters

Num discurso em Washington, a duas semanas de uma reunião muito aguardada da Reserva Federal (Fed), Yellen mostrou-se confiante na melhoria do mercado laboral e numa subida da inflação e sublinhou que a política monetária "continuará acomodatícia" após uma primeira subida das taxas de juro em nove anos.

A dirigente do banco central dos Estados Unidos referiu que muitos membros do comité de política monetária defendem que dezembro é a altura para essa primeira subida, apesar de "alguns participantes" pensarem que é preciso esperar mais tempo.

Se a Fed esperar muito para subir as taxas de juro, que estão próximas de zero desde 2008, isso pode ter efeitos negativos na economia e nos mercados financeiros, dado que será necessário depois um "aperto mais abrupto", afirmou, falando no Economic Club de Washington.

Yellen mostrou-se confiante numa subida da inflação em linha com o objetivo da Fed de ficar perto de 2% e antecipou que o impacto da queda dos preços do petróleo e dos baixos preços da importação vai diminuir no próximo ano.

A próxima reunião de política monetária do banco central dos Estados Unidos tem lugar a 15 e 16 de dezembro.

Lusa

  • Filhos do ex-embaixador do Iraque acusados um ano e meio depois,
    2:51

    País

    O Ministério Público deduziu acusação contra Haider e Ridha, os filhos do antigo embaixador iraquiano em Portugal por tentativa de homicídio. Mas há dúvidas de que o julgamento se realize, uma vez que os agressores já não estão Portugal. Tudo aconteceu em agosto de 2016 em Ponte de Sor.

  • Investigação à tragédia de Pedrógão concluída
    1:10
  • Alternativas para vender a sua casa
    8:58