sicnot

Perfil

Economia

"Finalmente temos tesouraria e planos para o futuro"

O presidente executivo da TAP, Fernando Pinto, afirma que a TAP é hoje, após a privatização, uma empresa normal no contexto europeu, com tesouraria, capital e planos para o futuro.

Fernando Pinto, presidente executivo da TAP. (Arquivo)

Fernando Pinto, presidente executivo da TAP. (Arquivo)

Lusa

Durante o 41.º Congresso da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), que decorre em Albufeira, Fernando Pinto disse que a TAP é, agora, "dentro do contexto europeu uma empresa normal".

"Finalmente temos tesouraria, capital e planos para o futuro (...), temos grandes desafios e grandes oportunidades", decorrentes da privatização da empresa, afirmou o responsável.

O gestor garante que dorme hoje mais descansado, mas acrescenta que tal se deve também ao cansaço. "Tem 20 dias desde a privatização e parece que têm sido 20 anos. Não se tem parado. Continuo com a minha equipa, mas chegaram pessoas novas, há muito entusiasmo, há muitas ideias".

À margem do congresso, Fernando Pinto disse aos jornalistas que "há todo um plano de negócios que está a ser feito para os próximos anos", para ser implementado até 2022, e que espera que esteja pronto até ao final do ano, pelo menos no que diz respeito às ações a tomar no próximo ano.

Este plano que está a ser elaborado mostra, segundo o responsável, "um grande crescimento de aviões, já fizemos o pedido de 53 aviões, e estamos a fazer grandes modificações (...) que nos vão pôr em altos níveis de tecnologia".

Investimentos que Fernando Pinto diz que a empresa não tinha capacidade para fazer e que hoje já são possíveis com a privatização.

Os novos aviões começam a chegar no final de 2017.

Lusa

  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Duas pessoas alvejadas devido a disputa de linha de água em Cabeceiras de Basto
    1:23

    País

    Duas pessoas foram alvejadas por causa de uma disputa de uma linha de água, esta terça-feira, em Cabeceiras de Basto. O suspeito escondeu-se num barracão, mas acabou por ser detido pela GNR. As vítimas sofreram ferimentos ligeiros no braço e no peito. O tenente André Rodrigues, do Comando de Braga, revelou que os disparos foram feitos com uma caçadeira.

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Participante no incidente em Charlottesville teme pela vida
    1:43

    Mundo

    Um dos participantes nos incidentes em Charlottesville e membro de um grupo de extrema-direita supremacista teme vir a ser detido ou até morto, pelas declarações que fez durante uma reportagem da Vice News, que se tornou viral nas redes sociais.