sicnot

Perfil

Economia

Transportes urbanos passam para a tutela do Ministério do Ambiente

A lei orgânica do Governo hoje aprovada em Conselho de Ministros prevê que os transportes urbanos de Lisboa e Porto, alvo de concessão a privados por parte do anterior executivo, fiquem na tutela do Ministério do Ambiente.

(Lusa/ Arquivo)

Este dossiê dos transportes urbanos é considerado um dos que merecerá decisão mais urgente, já que o PS apresentou uma resolução na semana passada para reverter o processo de concessão a privados do Metropolitano de Lisboa, da Carris, da STCP (Sociedade de Transportes Coletivos do Porto) e Metro do Porto, mantendo estas empresas na esfera pública.

Na conferência de imprensa, a ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques, referiu que "os transportes urbanos estavam sob tutela do Ministério da Economia na estrutura orgânica do Governo anterior, mas não era normal que assim se passasse".

"Antes, por exemplo, os transportes urbanos estiveram sob tutela do Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações", acrescentou.

O Ministério do Ambiente, de acordo com a lei orgânica do XXI Governo Constitucional, "integra todas as políticas urbanas, incluindo os transportes urbanos e a habitação".

Interrogada sobre o caso da ferrovia, a ministra da Presidência referiu que será uma área da competência do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.

Lusa

  • Os fotogramas que identificaram os autores do ataque em Alcochete 
    2:30

    Crise no Sporting

    A SIC teve acesso às imagens do ataque à Academia do Sporting, em Alcochete, no dia 15 de maio. Os fotogramas registados pelas câmaras de vigilância do centro de treinos fazem parte do processo e foram decisivos para a aplicação da prisão preventiva aos 23 arguidos. No total são 23 minutos de imagens que permitiram identificar os autores dos crimes. 

    Exclusivo SIC

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • Ministro volta a não se comprometer com aumento dos salários
    2:51

    Economia

    O ministro das Finanças diz que a falta de enfermeiros no Hospital de Santa Maria é meramente transitória. Durante a audição no parlamento, o ministro também foi pressionado, à esquerda e à direita, para aumentar os salários na Função Pública, mas voltou a não se comprometer.