sicnot

Perfil

Economia

Portugal quer arrecadar hoje até 1.000 M€ na última ida do ano ao mercado

Portugal pretende arrecadar hoje até 1.000 milhões de euros através de dois leilões de Bilhetes de Tesouro, na última ida ao mercado deste ano e a primeira desde a tomada de posse do novo Governo.

(Arquivo Reuters)

(Arquivo Reuters)

(Reuters/Arquivo)

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) realiza esta manhã, pelas 10:30, dois leilões das linhas de Bilhetes de Tesouro que vencem a 18 de março (três meses) e a 18 de novembro (11 meses) de 2016, com montante indicativo global entre 750 milhões e 1.000 milhões de euros.

No último leilão de Bilhetes de Tesouro comparável, que ocorreu no fim de outubro, o Estado arrecadou 1.400 milhões de euros, acima do montante inicial previsto e a custos inferiores: 300 milhões de euros a três meses em troca de uma taxa de juro negativa de 0,021% e 1.100 milhões de euros a 11 meses com um juro médio de 0,06%.

Com a emissão de hoje, que também será a primeira ida ao mercado depois de o Governo liderado por António Costa ter tomado posse, o IGCP encerra os leilões previstos no Programa de Financiamento do Estado do quarto trimestre, que previa arrecadar 5.750 milhões de euros: 2.000 milhões de euros em Obrigações do Tesouro e 3.750 milhões de euros em Bilhetes de Tesouro.

Ora, durante o quarto trimestre e até hoje, a agência liderada por Cristina Casalinho arrecadou já 2.295 milhões de euros em Obrigações do Tesouro e 2.900 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro.

Lusa

  • Marcelo reunido com Putin
    0:51

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta manhã reunido com o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Moscovo. No encontro, esteve também presente o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergei Lavrov. A comitiva portuguesa considera que se trata de um encontro importante para as relações internacionais.

  • Chuva, trovoada e temperaturas até 35ºC para o São João

    País

    Os festejos do São João, celebrados na próxima noite de sábado e no domingo vão ser precedidos de aguaceiros, trovoadas e granizo, mas também de temperaturas até 35 graus, disse hoje à Lusa fonte do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).