sicnot

Perfil

Economia

Um quinto da população portuguesa viva em condições de pobreza em 2014

O índice de pobreza em Portugal não sofreu alterações em 2014: 19,5% da população continuava a viver em condições consideradas pobres. De acordo com os dados do INE, os idosos são os mais atingidos.

(REUTERS/ ARQUIVO)

O risco de pobreza para a população idosa foi de cerca de 17% em 2014, um aumento de dois pontos percentuais em relação ao ano anterior.

A presença das crianças num agregado familiar também continua a estar associada a um risco de pobreza mais elevado, sendo de cerca de 22% para as famílias com crianças dependentes e de perto de 17% para as famílias sem crianças a cargo.

Por outro lado, em 2014, reduziu-se a assimetria na distribuição dos rendimentos entre os grupos da população com maiores e menores recursos.

O INE divulgou já alguns dados relativos a 2015, nomeadamente em relação à taxa de privação de material, que sofreu uma redução. Para este indicador, são tidas em conta situações como a capacidade para pagar atempadamente a renda de casa, pagar uma semana de férias, ou a capacidade para manter a casa aquecida. Os dados mostram que, este ano, diminiu o número de pessoas que não conseguem assegurar este tipo de despesas.

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.

  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57