sicnot

Perfil

Economia

Quase 500 pensionistas mortos continuaram a receber reformas

Quase 500 pensionistas mortos continuaram a receber as respetivas pensões de reforma durante mais de 10 anos, detetou o Tribunal de Contas.

Arquivo SIC

O Tribunal de Contas detetou centenas de casos em que foram pagas reformas a beneficiários já falecidos. Só no ano passado, mais de mil pensões foram pagas durante os seis meses seguintes à morte do beneficiário.

Os auditores deteram ainda 35 casos de pessoas cuja data de nascimento é posterior à data do óbito.

Em quase 45 mil pensões da Segurança Social e em outras 48 mil da Caixa Geral de Aposentações não havia dados sobre a Identificação Fiscal dos beneficiários.

O Tribunal de Contas já abriu uma auditoria independente para apurar responsabilidades no caso.

  • Solução governativa à esquerda "devolveu tranquilidade à sociedade"
    0:58

    País

    O primeiro-ministro diz que a atual solução de Governo deve continuar tendo vantagens por ser como é. Ao Expresso, António Costa manifestou-se "muito satisfeito" com a solução governativa encontrada e afirmou que esta "não depende de haver ou não maioria" absoluta na próxima legislatura.

  • O regresso a casa depois do incêndio no Sardoal
    2:43