sicnot

Perfil

Economia

Suzuki quer começar a testar a primeira moto de hidrogénio

O fabricante japonês de veículos Suzuki Motor quer comercializar a primeira moto de hidrogénio fabricada em série e planeia começar a testá-la na estrada no próximo ano, informa hoje o diário económico Nikkei.

O Ministério dos Transportes japonês poderá ter aprovada, em janeiro, uma normativa para este tipo de veículos -- que seria a primeira do mundo -- em matéria de segurança e meio ambiente, o que permitiria à Sukuzi começar a testar o seu produto.

O fabricante japonês estabeleceu uma empresa com a Intelligent Energy Holdings -- companhia britânica que fabricou o primeiro protótipo de motocicleta a hidrogénio em meados da década passada -- através da qual desenvolve a 'scooter' de hidrogénio (com base no atual modelo de 120cc de Suzuki) que promete ser a primeira moto do tipo comercializada no mundo.

Utilizando o modelo compacto de célula de combustível (chamada célula Burgman) a Suzuki espera também desenvolver veículos ligeiros de hidrogénio de quatro rodas.

Em dezembro do ano passado, o também japonês Toyota Motor transformou-se no primeiro fabricante de veículos a comercializar um carro que funciona com hidrogénio -- o Mirai -- e que emite vapor de água em vez de gases com efeito de estufa.

A Suzuki espera seguir os seus passos no setor dos motociclos e converter a 'scooter' Burgman num dos seus produtos de referência depois que as autoridades japonesas aprovem um quadro regulatório que certifique a segurança dos depósitos de combustível.

  • Europol deteve grupo que vendia euros falsos na Darkweb

    Mundo

    A Europol anunciou hoje a detenção de oito pessoas suspeitas de pertencerem a um grupo criminoso considerado como um dos maiores fornecedores de euros falsos vendidos online, no âmbito de uma operação realizada pelas autoridades italianas.