sicnot

Perfil

Economia

Candidaturas ao programa Porta 65 aumentaram 20% em dezembro de 2015

O programa de apoio ao arrendamento jovem Porta 65 registou 4.507 candidaturas na fase de dezembro de 2015, representando um aumento de 20% face ao período homólogo de 2014, informou hoje o Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU).

SIC/Arquivo

SIC/Arquivo

Segundo a informação 'online' do IHRU, "é nos grandes centros urbanos que se regista o maior número de candidaturas", sendo o município de Lisboa a encabeçar o topo da lista, com 466 candidaturas, seguindo-se Vila Nova de Gaia (259 candidaturas), Porto (238), Sintra (203) e Braga (147).

Por tipo de agregado familiar, das 4.507 candidaturas submetidas, 2.669 são de jovens isolados, 1.716 de jovens casais e 122 de jovens em coabitação, de acordo com dados divulgados pelo IHRU.

Em relação à tipologia das habitações, a maioria dos pedidos de apoio ao arrendamento são para casas T2, com um registo de 2.465 candidaturas, seguindo-se os T1, com 1.652 candidaturas submetidas.

As habitações com menos candidaturas de apoio ao arrendamento são de tipologia T4, com três candidaturas submetidas, seguindo-se os T0 (176 candidaturas) e os T3 (211).

No período de candidaturas de dezembro de 2015, que decorreu entre 16 de dezembro e quarta-feira, foram "submetidas 4.507 candidaturas, o que representa um aumento de 20% no número de candidaturas face ao período homólogo de 2014, e 40% face ao mesmo período de 2013", referiu o IHRU.

De acordo com informação do IHRU, no período de candidaturas de dezembro de 2014, foram registadas 2.865 candidaturas, das quais 1.274 obtiveram subvenção.

As candidaturas submetidas no período de dezembro de 2015 vão ser ainda apreciadas pelo IHRU, "atendendo à dimensão e composição do agregado, proporcionalidade da taxa de esforço, rendimento mensal, proporcionalidade da renda e situação financeira dos ascendentes".

Lançado em 2007, o programa de apoio ao arrendamento jovem Porta 65 consiste na atribuição de uma percentagem do valor da renda como subvenção mensal, tendo como beneficiários jovens com idade igual ou superior a 18 anos e inferior a 30 anos. As candidaturas que englobem menores e pessoas com deficiência e que se encontrem em localizações especiais são beneficiadas.

Lusa

  • CDS quer que Governo revele detalhes do negócio do Novo Banco
    0:46

    Economia

    O CDS considera fundamental que o Governo revele os detalhes do negócio do Novo Banco para que pare com a especulação. Os centristas guardam uma posição política para depois de serem conhecidos os pormenores e lembram, mais uma vez, que o Executivo tem uma maioria parlamentar de Esquerda que o apoia.

  • ASAE faz doação de roupa apreendida
    1:15

    País

    A ASAE doou cerca de 200 peças de vestuário à Associação CAIS, apreendidas em ações de fiscalização. O valor destas peças é de quase 10 mil euros. Em 2016, a ASAE fez 100 ações de doação, um total de aproximadamente 14 mil peças.

  • PSD tem dúvidas sobre legalidade da taxa de proteção civil de Lisboa
    0:33

    País

    O PSD disse esta quarta-feira que a taxa de proteção civil da Câmara de Lisboa é um imposto e tem dúvidas sobre a legalidade. Numa reação ao envio deste diploma para o Tribunal Constitucional pelo Provedor de Justiça, os sociais-democratas deixaram ainda a promessa de acabar com a taxa, caso vençam as eleições na capital.

  • Conheça o Spa para recém-nascidos
    1:28

    Mundo

    Chama-se Baby Spa Perth e fica na Austrália. Nos últimos dias, o mundo ficou a conhecer este spa graças às fotografias dos bebés com as boias, que se tornaram virais nas redes sociais. O spa tem hidroterapia personalizada e massagens relaxantes. A boia, Bubby, permite que os bebés possam flutuar na água, sozinhos e em segurança.

    Patrícia Almeida

  • A rã que brilha no escuro
    2:08

    Mundo

    É a última descoberta do reino animal. Foi encontrada acidentalmente na Argentina uma nova espécie de rã, fluorescente.