sicnot

Perfil

Economia

Governo admite partilhar a gestão da TAP

O Governo admite partilhar a gestão da TAP com o consórcio Gateway, de Humberto Pedrosa e David Neeleman, após a recuperação da maioria do capital para o Estado, afirmou hoje o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.

© Paulo Whitaker / Reuters

Na comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, Pedro Marques disse que "o Estado considera importante a presença de um parceiro privado [no capital da TAP], que contribua para a capitalização e gestão da empresa" e admitiu "a possibilidade de partilhar a gestão com o consórcio, como aconteceu nos últimos anos, em que o Estado não interferiu na gestão".

Na passada quinta-feira, o empresário David Neeleman defendeu que "a gestão é o mais importante" na TAP, desvalorizando a questão da titularidade da maioria do capital na companhia aérea, que deverá voltar para as mãos do Estado.

"A gestão é o mais importante. Se podes tomar decisões é a coisa mais importante. Já disseram [os membros do Governo com quem se tem vindo a reunir] que estão felizes com o que trouxemos à TAP", declarou então o empresário que detém 61% do capital do grupo TAP.

Lusa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Porque abanam as bancadas
    9:37