sicnot

Perfil

Economia

Resgate da Petrobras pode custar 21 mil milhões de dólares ao Brasil

O Brasil poderá gastar 21 mil milhões de dólares caso a petrolífera brasileira precise de um resgate estatal para suportar os encargos de o petróleo descer para a casa dos 20 dólares durante 12 meses.

(SIC/Arquivo)

(SIC/Arquivo)

© Bruno Domingos / Reuters

De acordo com um relatório do Citigroup, citado pela agência de notícias financeira Bloomberg, estes 19,5 mil milhões de euros seriam o valor necessário para tapar o buraco financeiro da empresa e resolver o problema da estrutura de capital de forma sustentável caso o petróleo caia para 20 dólares durante 12 meses.

A empresa, que tem 127 mil milhões de dólares, mais de 117 mil milhões de euros, em empréstimos e títulos de dívida, cortou recentemente o plano de investimentos em 24% até 2019 para acomodar o colapso dos preços do petróleo, que surge num contexto já de si difícil devido ao escândalo de corrupção que atingiu os principais responsáveis da empresa e figuras cimeiras da política brasileira.

As difíceis condições financeiras da Petrobras levaram as três maiores agência de notação financeira a descerem o 'rating' da empresa para o nível de não investimento, conhecido geralmente por 'lixo', no ano passado, o que é agravado pela recessão que o Brasil enfrentou em 2015 e que deverá manter-se este ano.

"O mercado tem razão em estar preocupado com as potenciais implicações nas métricas de crédito soberano se os países forem obrigados a apoiar as empresas públicas de petróleo e gás num cenário do barril a 20 dólares", escreveu o analista do Citigroup Eric Ollom.

"A nossa análise mostra que a maior parte do impacto direto desse apoio está principalmente limitado à América Latina, especificamente o Brasil, Colômbia e México, mas só no Brasil é que o montante é significativo", concluiu o analista.

O Fundo Monetário Internacional divulgou na terça-feira um relatório com previsões para a economia global, em que aumentou de 1% para 3,5% a estimativa de queda do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2016, prevendo também uma estagnação no próximo ano.

Lusa

  • Admissão de efetivos nas Forças Armadas aquém do pedido pelas chefias
    1:42

    País

    O Ministério das Finanças autorizou a admissão de mais efetivos nas forças armadas, este ano mas a integração fica muito abaixo do número pedido pelas chefias militares. Mário Centeno só terá autorizado a integração de cerca de três mil militares em vez das cinco mil vagas propostas pelas chefias do Exército, Força Aérea e Marinha.

  • Primeiro eclipse solar 100% visível nos EUA em 38 anos
    0:40
  • Pyongyang acusa Washington de atirar "achas para a fogueira"
    1:47

    Mundo

    A Coreia do Sul e os Estados Unidos iniciaram esta segunda-feira exercícios militares conjuntos. As manobras militares procuram ensaiar respostas a uma hipotética invasão da Coreia do Norte. Pyongyang já reagiu e diz que Washington está a atirar "achas para a fogueira". 

  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.