sicnot

Perfil

Economia

Oitenta mil portugueses na construção em Angola com salários em atraso

Oitenta mil portugueses na construção em Angola com salários em atraso

O Sindicato da Construção Civil diz que há 80 mil trabalhadores com salários em atraso, em Angola. Espera, por isso, do Governo uma mexida na idade da reforma. O sindicato quer que os trabalhadores se possam reformar aos 62 anos sem penalizações. Os representantes dos trabalhadores reúnem-se amanhã com o ministro do Trabalho e com o secretário de Estado das Comunidades.

  • Conselhos sobre as novas regras de proteção de dados 
    2:08
  • Temer autoriza uso da força para desbloquear estradas no Brasil
    1:49
  • Restaurantes para grávidas, rooftops e uma viagem pelo Douro vinhateiro
    12:58