sicnot

Perfil

Economia

Economia espanhola cresce 3,2% em 2015

A economia espanhola fechou o ano de 2015 com um crescimento de 3,2%, depois de o Produto Interno Bruto ter registado uma subida de 0,8% no último trimestre, indicam dados do Instituto Nacional de Estatística espanhol.

A economia espanhola fechou o ano de 2015 com um crescimento de 3,2%

A economia espanhola fechou o ano de 2015 com um crescimento de 3,2%

© Susana Vera / Reuters

A taxa de crescimento no quarto e último trimestre de 2015 foi idêntica à dos três trimestres anteriores. No ano de 2014, o Produto Interno Bruto (PIB) espanhol ganhou 1,4%, pelo que o crescimento de 2015 é superior em 1,8 pontos percentuais.

Ainda assim, o PIB de 2015 fica uma décima abaixo das previsões do Governo, que era de 3,3% para o conjunto do ano.

Numa análise mais aprofundada sobre o último trimestre, o INE indica que o crescimento da economia espanhola nos últimos três meses de 2015 foi 3,5% superior ao do mesmo trimestre de 2014.

Os dados do INE espanhol coincidem com os números adiantados pelo Banco de Espanha em dezembro passado, que justificava o crescimento de 3,2% com a "manutenção do consumo das famílias", devido a um aumento do rendimento disponível.

O Banco de Espanha dizia que o aumento do rendimento disponível nas famílias espanholas se deveu, fundamentalmente, à descida do desemprego e do preço do petróleo, que em Espanha teve um efeito no preço dos combustíveis.

Por outro lado, também apontava para o adiantamento da descida do IRS inicialmente prevista para 2016 (medida aprovada pelo Governo espanhol antes das eleições gerais de 20 de dezembro) e a devolução de parte dos salários dos funcionários públicos cortados em 2012.

Ainda segundo o Banco de Espanha, paralelamente à força demonstrada pela procura interna, o setor externo teve um comportamento negativo, em consequência do aumento das importações.

Os dados completos do INE sobre o PIB de 2015 serão publicados a 25 de fevereiro.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • Criança irrequieta domina noticiário britânico
    1:19

    Mundo

    Um noticiário da televisão britânica ITV recebeu em estúdio uma família que tinha uma criança muito irrequieta. O jornalista Alastair Steward não se importou com o comportamento da criança e entrou sempre nas brincadeiras.