sicnot

Perfil

Economia

Produção Industrial cresce 1,8% em 2015 em Portugal

O índice de produção industrial registou uma subida homóloga de 1,6% em dezembro (0,5% em novembro) e aumentou 1,8% em termos anuais, face a 2014, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O índice de produção industrial registou uma subida homóloga de 1,6% em dezembro (0,5% em novembro) e aumentou 1,8% em termos anuais, face a 2014, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O índice de produção industrial registou uma subida homóloga de 1,6% em dezembro (0,5% em novembro) e aumentou 1,8% em termos anuais, face a 2014, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

© Rafael Marchante / Reuters


O agrupamento de Bens Intermédios foi o mais influente na variação do índice agregado, com um contributo de 1,5 pontos percentuais, resultante de uma variação homóloga de 3,9% (4,3% no mês anterior).

O agrupamento de Energia apresentou o único contributo negativo (-0,3 pontos percentuais), originado pela taxa de variação de -1,8% (variação de -0,4% em novembro).

A secção Indústrias Transformadoras passou de uma taxa de 0,2% em novembro, para 3,8% em dezembro, enquanto a secção de Eletricidade, Gás, Vapor, Água Quente e Fria e Ar Frio registou uma variação homóloga de -5,4%, (-0,4% no mês anterior).

A taxa de variação da secção das Indústrias Extrativas situou-se em -36,1%, após ter diminuído 9,9% em novembro.

O índice de produção industrial registou uma queda mensal de 0,1% em dezembro (-3,7% em novembro).

No quarto trimestre de 2015, o índice agregado registou uma variação homóloga de 2,1%, que compara com 2,5% nos três meses anteriores.

Em termos anuais, o índice de produção industrial aumentou 1,8% (1,6% em 2014), uma evolução foi determinada principalmente pelo agrupamento de Energia, que aumentou 7,6% em 2015, depois de se ter expandido 1,4% em 2014.

Lusa

  • Sentimento económico sobe em Portugal

    Economia

    O sentimento económico caiu 1,7 pontos na zona euro e 1,8 na União Europeia (UE) em janeiro, tendo Portugal invertido a tendência, com uma subida de 0,9 pontos, durante o primeiro mês do ano, divulga hoje a Comissão Europeia.

  • Bruxelas duvida das previsões que o Governo fez para este ano
    2:25

    Economia

    A Comissão Europeia mantém as dúvidas e os avisos. Bruxelas duvida das previsões que o Governo fez para este ano e traça um retrato mais negro para a evolução das contas públicas. O Governo prevê crescimento de 2,1% e défice de 2,6% em 2016, já Bruxelas aponta um crescimento de 1,6% e um défice de 3.4%. O Governo só tem até amanhã para enviar mais dados para Bruxelas.

  • "PCP não é força de suporte do Governo"
    2:11

    País

    Ao segundo dia de congresso comunista, ouviu-se o aviso mais forte, até agora, ao PS. João Oliveira, líder parlamentar do partido, diz que o PCP não se diluiu e que não é suporte do Governo. Já Jerónimo de Sousa deixou elogios à excelente geração de jovens que estão na frente política do PCP.

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.