sicnot

Perfil

Economia

Confiança dos portugueses atinge valores históricos em 2015

O índice de confiança dos consumidores portugueses atingiu os 66 pontos no final de 2015, o valor mais elevado dos últimos anos, uma subida de sete pontos em relação ao início do ano, mas ainda abaixo da média europeia.

Confiança dos portugueses aumentou

Confiança dos portugueses aumentou

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

De acordo com o "Estudo Global de Confiança dos Consumidores", da Nielsen, "Portugal fecha 2015 com um índice de confiança de 66, representando uma subida de sete pontos face ao início do ano e de 11 pontos face ao período homólogo", mas continua abaixo da média europeia, que foi de 81 pontos no final de 2015.

A segurança no emprego continua a ser a principal preocupação dos portugueses, com 84% dos inquiridos sem boas perspetivas de emprego para os próximos 12 meses.

Espanha, Itália e França apresentam a mesma preocupação, com valores muito próximos -- 70%, 79%, 75% respetivamente, sendo a Grécia a mais pessimista no grupo dos países mediterrânicos, com 90%.

Entre as principais preocupações dos portugueses, está o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal que regista 14%, contra 4% de média europeia, o que faz de Portugal um dos países europeus mais conscientes sobre este tema, revela o estudo.

Ainda assim, os portugueses estavam no final de 2015 mais confiantes, com 30% dos inquiridos a afirmar ter boas perspetivas em relação à sua situação financeira pessoal, valor que no final de 2014 era de 19%.

Depois de cobrir todos os gastos essenciais, 24% dos inquiridos dizem optar por despender o seu dinheiro extra em entretenimento fora de casa, percentagem que durante o mesmo período em 2013, no pico da crise, registava 13%.

No último estudo da Nielsen, o receio face ao terrorismo aumenta expressivamente, com 22% dos inquiridos na Europa e 27% na América do Norte a mostrarem-se preocupados, constituindo uma das principais preocupações a curto prazo.

Em França, 15% declaram estar preocupados com o terrorismo, sendo assim a sua segunda maior preocupação nos próximos seis meses.

O relatório internacional "Estudo Global de Confiança dos Consumidores" é realizado junto dos utilizadores de Internet de 61 países e não no total da população.

Lusa

  • Guterres condena onda de violência em Myanmar
    0:43

    Mundo

    António Guterres condenou a onda de violência e discriminação contra os rohingya em Myanmar, na abertura da assembleia-geral das Nações Unidas. O secretário-geral da ONU pediu ainda às autoridades do país para acabarem com as operações militares e protegerem a comunidade ameaçada.

  • Furacão Maria deixa rasto de destruição na ilha Dominica
    1:52
  • Peritos mundiais debatem doenças neurodegenerativas em Lisboa
    3:04
  • "O Benfica é atacado e não há ninguém que fale e que dê a cara?"
    6:05
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    Depois do artigo publicado no blog "Geração Benfica", Rui Gomes da Silva reiterou esta segunda-feira, em O Dia Seguinte da SIC Notícias, algumas das críticas à estrutura do clube. O antigo vice-presidente do Benfica defendeu Luís Filipe Vieira, Rui Vitória e Nuno Gomes. E acusou novamente Rui Costa de passividade e os vice-presidentes de não darem a cara. 

  • Governo aconselha pais a fazerem queixa de manuais em mau estado
    2:31
  • Acha que este padre sabe dançar?
    2:22