sicnot

Perfil

Economia

EUA determina que sistema de inteligência artificial de veículos é o "condutor"

O sistema informático baseado na inteligência artificial para carros autónomos pode ser considerado como "condutor", segundo a Agência para a Segurança no Trânsito dos EUA.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Kai Pfaffenbach / Reuters

A agência apresentou a sua posição esta semana numa carta tornada pública, na qual responde aos pedidos de esclarecimento da empresa Google sobre a maneira como a legislação existente deve ser interpretada, incluindo a quem se refere o termo "condutor".

O gigante da Internet está interessado porque é um dos que tem o protótipo de carro sem condutor mais avançado.

No caso de uma série de normas de segurança que os veículos devem satisfazer para poder circular nos Estados Unidos, a agência confirma que o sistema de inteligência artificial que controla automaticamente o carro é o "motorista".

Aquela interpretação é bastante positiva para carros sem condutor, porque refere que não é necessário ter um controlador humano no carro, como é atualmente requerido.

No entanto, ela não resolver todas as incertezas.

"Em muitos casos, interpretar o termo 'condutor' na forma pedida pela Google não altera necessariamente as obrigações previstas na lei, nem resolve completamente o problema que o Google quer resolver", sublinha também a agência.

Em particular, não aborda a questão de saber se e como o Google pode certificar que o seu sistema informático de controlo da viatura baseado na inteligência artificial cumpre os padrões de segurança, adianta.

"A nossa interpretação de que o sistema de computador na condução autónoma poderá ser de fato 'condutor' é importante, mas cabe aos fabricantes de automóveis autónomos provar que os seus veículos cumprem rigorosos padrões de segurança", também comentou hoje o secretário federal dos Transportes, Anthony Foxx.

Um porta-voz do Google disse que o grupo estava a analisar a carta da Agência para a Segurança no Trânsito dos EUA e que não vai comentar.

Os carros sem motorista estão a despertar um grande interesse junto dos fabricantes de automóveis e agentes do setor da tecnologia.

Mas, além dos aspetos técnicos, a sua possível generalização pede uma adaptação dos regulamentos existentes e uma abordagem à questão da responsabilidade em caso de acidentes.

O Departamento de Transportes norte-americano anunciou o mês passado um plano de investimento de cerca de quatro mil milhões de dólares ao longo de dez anos para acelerar a introdução de carros sem motorista nas estradas norte-americanas e prometeu orientações nos próximos meses para tentar harmonizar as regras nacionais aplicadas aos veículos daquele género.

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.