sicnot

Perfil

Economia

TAP garante continuidade do voo da noite Lisboa/Porto durante o verão

A TAP contrariou informações divulgadas hoje pela Câmara do Porto, que acusou a companhia de suprimir "discretamente" o voo noturno entre Lisboa e o Porto, garantindo a manutenção desta ligação durante o horário de verão.

"Ao contrário do que está a ser divulgado o horário de verão da TAP entre o Porto e Lisboa integra também o voo de Lisboa que parte às 22:45", disse à Lusa fonte oficial da transportadora aérea.

Segundo a mesma fonte, "a TAP está ainda a fechar a totalidade dos horários que ligarão o Porto e Lisboa na 'ponte aérea' que se inicia a 27 de março praticamente de hora a hora, mas pode garantir desde já que este horário será contemplado".

O porta-voz da TAP adiantou que "o equipamento a utilizar nos diversos horários vai depender da procura, mantendo-se a utilização de aviões Airbus sempre que se justifique".

A Câmara do Porto acusou hoje a TAP de ter decidido "discretamente" descontinuar o voo noturno entre Lisboa e Porto, que servia de ligação para os passageiros que vinham de voos de médio curso, a partir da Europa.

"Este voo, operado pela própria TAP, com aviões Airbus A319 e A320, tinha lugar às 22:35 e viajava sistematicamente lotado", sublinhou a autarquia, em comunicado enviado à Lusa.

A transportadora aérea portuguesa, que anunciou recentemente uma 'ponte aérea' entre Lisboa e Porto a partir de março, data em que descontinuará vários voos de médio curso europeus a partir do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, "não anunciou publicamente a supressão deste estratégico voo TAP", lê-se no documento.

O presidente da Câmara do Porto tem criticado a estratégia da TAP para o Porto, defendendo a necessidade de o Governo dar ordens à transportadora aérea para restabelecer as ligações internacionais que a companhia anunciou querer suspender a partir do aeroporto Francisco Sá Carneiro.

O primeiro-ministro, António Costa, disse no sábado que o acordo para a reversão da privatização da TAP deixa o Governo com margem para intervir sobre a manutenção de uma base no Porto.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • "Foi um golpe muito forte"
    1:41
  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • SIC acompanhou Francisco George no último dia como diretor-geral da Saúde
    6:20