sicnot

Perfil

Economia

Agricultores gregos mantêm protestos contra Governo em Atenas

Milhares de gregos voltaram a manifestar-se hoje frente ao Parlamento de Atenas contra o novo projeto de reforma de pensões e aumento de impostos que atinge os agricultores.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

A concentração de hoje foi organizada pela Frente de Luta dos Trabalhadores (Pame), próxima dos sindicatos comunistas e dos agricultores, que começaram a manifestar-se na sexta-feira na Praça da Constituição, em Atenas.

De acordo com as autoridades policiais, cerca de 12 mil pessoas demonstraram hoje solidariedade para com os agricultores que vieram de todo o país e que já se concentraram no final da semana frente ao Parlamento grego, na capital.

O cortejo dos agricultores, que utilizou mais de vinte tratores durante a manifestação, bloqueou uma autoestrada de acesso à capital grega e concentrou-se depois frente ao edifício do Ministério da Agricultura, tendo os manifestantes acampado no centro de Atenas, onde pernoitaram.

A federação sindical dos funcionários públicos (Adedy) também se juntou à manifestação dos agricultores opondo-se ao projeto de lei do Governo de esquerda de Alexis Tsipras, o qual prevê equiparar o sistema de quotização aos assalariados do setor agrícola, o que implica aumentar os pagamentos em sete por cento sobre uma base de 26,95 por cento.

Apesar de se tratar de um aumento considerado drástico pelos sindicatos, o executivo insiste que o projeto-lei faz parte dos planos gerais de unificação da segurança social e que, por isso, os agricultores não têm motivos para se queixarem pois vão aumentar o valor das pensões, no futuro.

O plano governamental contempla uma pensão estatal que garante 384 euros mensais para todos os que descontaram durante um período mínimo de 15 anos, enquanto a caixa de pensões dos agricultores garantia, até ao momento, 168 euros por mês.

Os agricultores que beneficiavam também até ao momento de isenções fiscais intensificaram os protestos nas últimas três semanas tendo bloqueado as estradas de acesso aos postos fronteiriços no norte do país.

As medidas que vão ser apresentadas pelo Governo de Tsipras sobre o setor são apoiadas pela 'troika' de credores, formada pela União Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu.

Segundo as últimas informações, não se registaram incidentes durante as manifestações.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.