sicnot

Perfil

Economia

António Costa e Rui Moreira vão discutir redução de rotas da TAP

O primeiro-ministro, António Costa, reúne-se hoje com o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, num encontro em que deverão discutir a redução de rotas da TAP a partir do Porto, muito contestada pelo autarca.

A audiência em que António Costa recebe Rui Moreira está marcada para as 15:00 (hora de lisboa) na residência oficial do chefe de Governo, em São Bento.

Em cima da mesa deverá estar, sobretudo, a situação da TAP e o fim pela companhia aérea de algumas rotas com partida e chegada no Aeroporto Sá Carneiro, no Grande Porto.

O presidente da Câmara do Porto tem criticado publicamente a estratégia da TAP para o Porto e já admitiu mesmo "apelar ao boicote da região" à transportadora, acusando-a de ter em curso uma estratégia para "destruir o aeroporto Francisco Sá Carneiro", com vista a construir em Lisboa "um novo aeroporto e uma nova ponte".

A Câmara publicou mesmo dados a dizer que as ligações canceladas tiveram em 2015 uma "ocupação média de 90%", representando "o transporte de perto de 190 mil passageiros, em 1.867 voos de ida e volta".

Já a TAP tem reiterado que as quatro rotas europeias canceladas a partir do Porto representavam um prejuízo de 8,02 milhões de euros.

O Governo tem sido chamado por Rui Moreira a intervir neste assunto, depois de ter chegado a acordo com o consórcio Gateway para o Estado ficar com 50% da empresa (em vez de 34%), pagando 1,9 milhões de euros. Já o consórcio privado deverá passar de 61% do capital da companhia para 45%, podendo chegar aos 50%, com a aquisição do capital à disposição dos trabalhadores.

Lusa

  • "Até para o ano", a mensagem de Ronaldo para os adeptos do Real Madrid
  • Despenalização da eutanásia votada na terça-feira no Parlamento
    2:04
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabine e 170 pilotos.

  • O bombeiro herói que recebe 267 euros de pensão
    2:36
  • Funcionários dos EUA na Coreia do Norte para preparar cimeira
    2:19