sicnot

Perfil

Economia

Grupo canadiano Bombardier vai eliminar sete mil empregos

O grupo aeronáutico canadiano Bombardier, em profunda reestruturação, anunciou hoje que vai eliminar, em 2016 e 2017, sete mil postos de trabalho, dos quais 3.800 no setor aeronáutico e 3.200 no transporte ferroviário.

© Ints Kalnins / Reuters

"Esta redução será em parte compensada com a contratação em alguns setores que registam crescimento para apoiar a aceleração de programas e projetos estratégicos à escala mundial", acrescentou a empresa num comunicado divulgado com os resultados anuais.

A Bombardier tem mais de 70 mil funcionários em todo o mundo, dos quais 24 mil no Canadá.

Os custos da reestruturação da Bombardier situam-se entre 250 e 300 milhões de dólares (entre 224 e 269 milhões de euros).

Em 2015, as receitas do fabricante canadiano caíram para 18.172 milhões de dólares, em comparação com os 20.111 milhões do ano passado.

Lusa

  • Madrid suspende governo regional da Catalunha

    Mundo

    O chefe do Governo espanhol anunciou hoje que decidiu acionar o artigo 155º da Constituição espanhola e pedir ao Senado a suspensão das funções do governo regional da Catalunha. Em conferência de imprensa justificou a adoção das medidas dada a "desobediência rebelde, sistemática e consciente" do Governo regional (Generalitat).

    Em atualização

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.