sicnot

Perfil

Economia

Vítor Constâncio ganhou cerca de 331 mil euros como vice-presidente do BCE em 2015

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, ganhou 385.860 euros em 2015, 1,64% mais do que no ano anterior, indicou a instituição no seu relatório anual publicado hoje.

2010 - O Parlamento Europeu aprova a nomeação de Vítor Constâncio para vice-presidente do Banco Central Europeu

2010 - O Parlamento Europeu aprova a nomeação de Vítor Constâncio para vice-presidente do Banco Central Europeu

© Fabrizio Bensch / Reuters

A remuneração base de Vítor Constâncio, vice-presidente do BCE, foi de 330.744 euros, também um aumento de 1,64% em relação a 2014, precisou o BCE.

No total, a remuneração base do conselho executivo do BCE foi de 1.819.020 euros em 2015, quando tinha sido de 1.776.789 euros em 2014.

O BCE tinha no final do ano passado 2.871 funcionários, mais 294 do que um ano antes.

Em 2015, o lucro líquido do BCE subiu para 1.082 milhões de euros, mais 9,4% em relação a 2014 e o balanço do banco central foi de 257 mil milhões de euros, uma subida de 38,9%.

Os ganhos em operações financeiras ascenderam no ano passado a 214 milhões de euros (57 milhões em 2014).

O conselho de governadores decidiu no final de janeiro distribuir parte dos lucros pelos bancos centrais da zona euro e na sexta-feira decidirá atribuir os lucros restantes, no valor de 270 milhões de euros.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC