sicnot

Perfil

Economia

Cameron anuncia referendo sobre UE para 23 de junho

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou hoje que o referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia (UE) será realizado a 23 de junho deste ano.

Líderes da UE procuram hoje acordo na cimeira do "ou vai ou racha" sobre Reino Unido

Líderes da UE procuram hoje acordo na cimeira do "ou vai ou racha" sobre Reino Unido

© POOL New / Reuters

A consulta pública irá decorrer numa quinta-feira.

Depois de apresentar à sua equipa governamental o acordo alcançado na sexta-feira à noite em Bruxelas com os parceiros comunitários, Cameron confirmou que a posição oficial do Governo britânico será defender a continuidade do país numa "Europa reformada".

Numa breve declaração em frente ao número 10 de Downing Street (residência oficial e gabinete do primeiro-ministro britânico), Cameron qualificou o referendo de junho como "uma das maiores decisões" que o país e o povo britânico terão de enfrentar.

Depois de uma reunião de duas horas com o seu executivo, o primeiro-ministro britânico argumentou que o Reino Unido ficará "mais seguro, mais forte e mais próspero no seio de uma União Europeia reformada", acrescentando que as concessões negociadas na sexta-feira com os outros líderes comunitários dão ao país "o melhor dos dois mundos".

"A escolha incide em que tipo de país que queremos ser", afirmou Cameron, alertando que os defensores de uma saída britânica da UE, conhecida como 'Brexit', estão a oferecer "um risco num momento de incerteza, um salto no escuro".

"Deixar a Europa iria ameaçar a nossa economia e a nossa segurança nacional", reforçou.

A data do referendo ainda tem de ser formalizada pelo parlamento britânico, onde David Cameron irá intervir na segunda-feira.

Segundo uma sondagem publicada na sexta-feira, a opção de abandonar a UE venceria num referendo no Reino Unido por dois pontos percentuais a opção de permanência no bloco comunitário.

A sondagem da empresa TNS indicou que 36% dos britânicos votariam por abandonar a UE, enquanto 34% votariam a favor de permanecer no bloco europeu. Os mesmos dados revelaram que 23% dos inquiridos estavam indecisos e que 7% asseguraram que não iriam participar na consulta.

Lusa

  • Reino Unido na UE com garantias de estatuto especial
    2:37

    Mundo

    O Reino Unido chegou a acordo com Bruxelas quanto à sua permanência na União Europeia e consegue garantias de estatuto especial. Entre as cedências dos 27 países, está a questão da assistência social para os imigrantes europeus que na Grã-Bretanha. A partir de 2020, só passam a ter direito a receber apoio social após quatro anos de trabalho no país.

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira