sicnot

Perfil

Economia

Ministro da Economia quer que receitas turísticas subam para 12 mil milhões em 2016

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, apontou hoje para uma subida das receitas oriundas dos turistas estrangeiros que visitam Portugal para os 12 mil milhões de euros este ano, acima dos 11,3 mil milhões de euros em 2015.

ANDR\303\211 KOSTERS

"Portugal vai ter um ano de bater recordes no turismo, mais uma vez. Vamos apostar que vamos chegar aos 12 mil milhões de euros, já que chegámos aos 11 mil milhões de euros em 2015", lançou o governante.

Caldeira Cabral falava durante a assinatura de um protocolo de financiamento para o setor entre a banca e o Turismo de Portugal, no arranque da Feira Internacional de Turismo (BTL), em Lisboa.

"Este é mais um exemplo do que se tem que fazer no turismo como noutras áreas. Não podemos esperar que seja o Estado a fazer aquilo que os empresários têm feito tão bem", sublinhou, destacando que "o setor do turismo português é hoje de referência a nível mundial".

E destacou: "O Estado também tem o seu papel. Neste caso, o Estado e a banca têm um papel importante".

O ministro assinalou que "a procura turística portuguesa está em alta. Não só em número, mas também em valor gasto" e que os dados que vão sendo conhecidos fazem acreditar que o setor vai "crescer em quantidade e em qualidade".

Caldeira Cabral disse que Portugal tem neste momento "todas as condições para haver mais investimento e mais emprego", até porque há financiamento disponível para bons projetos.

"Não basta haver mais e melhor procura, tem que haver melhores condições de financiamento. Gostava que estes fundos se esgotassem rapidamente", afirmou, referindo-se à linha de 60 milhões de euros hoje lançada.

"Este é um instrumento que não só renova linhas, mas que as reforça. A oferta pode melhorar com o apoio do financiamento".

"Os turistas estão a vir cá. Queremos que os turistas venham e fiquem cá mais tempo. Que gastem mais em Portugal", concluiu o governante, considerando que o setor do turismo e da restauração vão continuar a aumentar as suas receitas, reforçando o seu contributo para a melhoria da economia portuguesa.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.