sicnot

Perfil

Economia

Fitch revê hoje rating de Portugal

A agência de notação financeira Fitch revê hoje o rating de Portugal. A nota da dívida pública desta agência situa-se ainda no patamar considerado "lixo". Esta semana a Moody's fez saber que está confortável com a notação que atribui a Portugal, e que não altera desde julho de 2014.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

Em entrevista à agência Lusa, à margem de uma conferência da Moody's em Lisboa, a responsável pela notação financeira para Portugal, Kathrin Muehlbronner, justificou a manutenção do'rating' com o crescimento económico ainda moderado, o nível elevado da dívida pública e a fragilidade da banca.

"A economia está a crescer, mas não está a crescer muito rápido. Essa é uma preocupação principal na nossa perspetiva. A dívida pública é muito, muito alta e nossa previsão, no nosso cenário, é que desça muito, muito gradualmente. E o setor bancário permanece fraco. Essas são as nossas três preocupações", afirmou Kathrin Muehlbronner.

A vice-presidente sénior da agência, com a pasta das dívidas soberanas, lembrou que a Moody's prevê que a economia portuguesa cresça em torno de 1,5% este ano, abaixo dos 1,8% estimados pelo Governo, mostrando-se preocupada com o investimento, "que não está a melhorar".

Kathrin Muehlbronner disse ainda que a Moody's vê o "consumo privado a acelerar, mas talvez não tanto quanto espera o Governo, com impacto positivo" na economia, alertando no entanto que "há a preocupação de que o consumo privado aumente as importações", com impacto negativo nas contas externas.

Questionada sobre se perante essa estimativa de crescimento ainda moderado para este ano a Moody's vai manter a nota atribuída a Portugal em 2016, a analista disse que "essa é uma decisão que será tomada no momento certo".

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Mariana Mortágua acusa Governo anterior de deixar escapar milhões para offshores
    1:39

    Opinião

    Mariana Mortágua e Adolfo Mesquita estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para mais um Esquerda Direita. Mariana Mortágua acusou o Governo anterior de, por opção ou negligência, ter deixado escapar 10 mil milhões de euros para offshores. Já Adolfo Mesquita Nunes, do CDS-PP, desvalorizou o assunto afirmando que serve apenas para desviar as atenções da questão da Caixa Geral de Depósitos

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.