sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas alerta Portugal para desequilíbrios macroeconómicos excessivos

A Comissão Europeia alerta que Portugal continua a ter desequilíbrios macroeconómicos excessivos, mas mantém o país fora do cenário de sanções. O elevado nível da dívida pública e privada e a elevada percentagem de crédito malparado são apontadas como grandes vulnerabilidades num contexto de desemprego também elevado.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A decisão de Bruxelas de manter o país na categoria dos desequilíbrios macroeconómicos excessivos foi tomada hoje. Numa escala de 1 a 4, Portugal está no nível 3, conseguindo assim evitar um agravamento do procedimento, que poderia implicar sanções.

A Comissão reconhece que o país tomou medidas para resolver problemas no sector financeiro, no acesso ao financiamento e no mercado de trabalho, mas adianta que há ainda falhas a corrigir, nomeadamente nas questões orçamentais, e em algumas áreas do mercado laboral.

  • Comissário europeu reafirma "confiança" na capacidade do Governo
    2:51

    Orçamento do Estado 2016

    António costa não acredita que Portugal terá de adotar medidas adicionais para cumprir o Orçamento do Estado. Ontem à noite, em Bruxelas, o primeiro-ministro disse estar confiante no caminho traçado pelo Governo. As declarações do chefe do Executivo aconteceram depois de o comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, ter afirmado que as medidas adicionais que Portugal ficou de preparar são mesmo para ser implementadas. O assunto gerou alguma confusão em Bruxelas e Moscovici veio hoje "clarificar" as declarações, reafirmando "confiança" na capacidade do Governo.

  • CDS quer que o Governo revele Plano B
    0:47

    Economia

    Esta manhã, no Parlamento, o deputado João Almeida exigiu ao Governo que revele as medidas adicionais que estão a ser preparadas. O CDS pediu, também, esclarecimentos aos partidos de esquerda que apoiam o executivo de António Costa.

  • António Costa diz que não tem motivos para apresentar medidas adicionais
    1:22

    Economia

    Em Bruxelas, o primeiro-ministro garante que não tem motivos para ter que apresentar medidas adicionais. Esta noite, António Costa disse que o Governo não vai alterar o Orçamento porque nada indica que Portugal venha a falhar as metas assumidas. Sobre as recomendações da Comissão, o primeiro-ministro disse que não partilha a mesma análise.

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • Moutinho e Raphael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.