sicnot

Perfil

Economia

Utentes dos transportes públicos do Porto contra municipalização

O Grupo de Utentes dos Transportes Públicos do Porto manifestou hoje "preocupação" com a passagem da gestão da STCP para as autarquias, defendendo que a empresa deve continuar "na esfera estatal".

"É com muita atenção e preocupação que acompanhamos este processo. Daí a nossa convicção que o melhor para a Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) será a continuidade na esfera estatal, tal como a sua gestão", afirma, em comunicado enviado à Lusa, o Grupo.

Os utentes questionam "a vocação" de algumas das autarquias para a gestão de serviços de transporte de passageiros, lembrando ainda que há municípios que "atravessam processos financeiros de vária ordem", recorrendo ao Programa de Apoio à Economia Local ou a empréstimos para saneamento financeiro.

Considerando que a reversão do processo de subconcessão dos transportes públicos que operam na Área Metropolitana do Porto (AMP) "foi a decisão certa e importante", o Grupo adverte, contudo, que "é fundamental que seja feita a reversão no que diz respeito à reposição do que foi retirado indevidamente" aos utentes, trabalhadores e à própria STCP.

Depois da reversão do processo de subconcessão, o ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, disse pretender entregar a gestão da STCP às seis autarquias (Porto, Maia, Matosinhos, Gondomar, Valongo e Gaia) servidas pelos autocarros.

Os utentes dizem-se "céticos" quanto a esta intenção do Governo, referindo que a municipalização é "uma ambição de alguns autarcas".

Matos Fernandes adiantou pretender que a partir de 1 de janeiro de 2017 a gestão da operação da STCP seja feita pelas autarquias, mantendo-se nas mãos do Estado a posse da empresa.

As Organizações Representativas dos Trabalhadores (ORT) repudiaram já "qualquer situação que passe pelo risco de ver reduzido e espartilhado o serviço prestado pela STCP, em favor dos operadores privados instalados nos respetivos concelhos" e alertam para a "débil situação financeira das autarquias", que dizem ser "do domínio público".

Lusa

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Mortágua acusa PSD de andar a brincar com a vida das pessoas
    0:47

    Opinião

    No Esquerda/Direita da SIC Notícias, António Leitão Amaro reafirmou ontem à noite que o PSD não é contra o aumento do salário mínimo mas contra a descida da TSU. Já Mariana Mortágua acusou os sociais-democratas de andar a brincar com a vida dos portugueses.

  • Pelo menos 30 mortos e 75 feridos em incêndio e derrocada de edifício em Teerão

    Mundo

    Pelo menos 30 bombeiros morreram esta quinta-feira e cerca de 75 pessoas ficaram feridas em Teerão, quando um edifício de 17 andares ruiu depois de ser consumido pelas chamas, noticiaram os meios de comunicação estatais iranianos. O edifício "Plasco" situa-se no centro da capital iraniana, a norte da zona do mercado.

    Em desenvolvimento

  • Os finalistas do Carro do Ano 2017 são...
    0:53

    Economia

    São sete os escolhidos pelos jurados do Carro do Ano, iniciativa do Expresso e da SIC Notícias. À final chegaram o Citroen C3 Pure Tech, o Hyundai IONIQ Hybrid Tech, da Kia o novo modelo Optima Sportwagon 1.7 CRDi GT Line, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHdi, o Renault Mégane Sport Tourer Energy dCI, o SEAT Ateca 1.6 TDI CR Style e ainda o Volvo V90.