sicnot

Perfil

Economia

Cerca de 200 trabalhadores do Montepio vão sair em pré-reformas

Cerca de 200 trabalhadores vão sair do Montepio já este mês no âmbito do programa de pré-reformas do banco, que também fechou 40 agências já este ano.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

A redução de custos e o aumento de eficiência da Caixa Económica Montepio Geral faz parte do processo de reestruturação que está a levar a cabo o Conselho de Administração executivo liderado por José Félix Morgado, que entrou em funções no verão do ano passado, que passa por uma diminuição da rede de agências e do número de trabalhadores.

Félix Morgado disse à Lusa que o banco tem um processo de pré-reformas em curso e no final deste mês vão sair cerca de 200 trabalhadores que aderiram a este programa.

Quanto à rede, já em fevereiro foram fechadas 40 balcões e mais deverão ser encerrados até final de junho, sobretudo em zonas em que haja sobreposição de agências, disse também Félix Morgado, recusando adiantar metas.

Segundo as contas de 2015 hoje divulgadas, a Caixa Económica Montepio Geral tinha, no final de 2015, 3.871 trabalhadores, menos 36 do que em 2014. Quanto à rede, existiam 421 balcões em Portugal, menos 15 do que um ano antes.

Estes números referentes a final de 2015 já sofreram então alterações com a saída de cerca de 200 trabalhadores em pré-reforma e do fecho de 40 agências.

O banco Montepio registou prejuízos de 243,4 milhões de euros o ano passado, depois do resultado negativo de cerca de 187 milhões de euros em 2014.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.