sicnot

Perfil

Economia

Credit Suisse despede mais 2000 trabalhadores

O banco Credit Suisse anunciou hoje que vai despedir mais 2.000 trabalhadores este ano, num total de 6.000, para poupar 1.700 milhões de francos suíços, cerca de 1.559 milhões de euros.

© Stefano Rellandini / Reuters

A medida faz parte do plano estratégico do grupo que tem como presidente-executivo, Tidjane Thiam, e que aponta para que o negócio da instituição financeira se deverá centrar na atividade da banca universal privada em detrimento da banca de investimento.

Neste sentido, o grupo aumentou o seu objetivo de cortar nos custos em 2018, para os 3.000 milhões de francos.

O banco Credit Suisse tinha como meta inicial reduzir os custos apenas em 2.000 milhões de euros.

Em 2015, o Credit Suisse registou um resultado negativo de 2.944 milhões de francos suíços, face ao ano anterior.

O Credit Suisse apresentou desde 2008 prejuízos que se deveram aos resultados extraordinários negativos de 3.800 milhões de francos suíços relacionados com a compra, em 2000, do banco de investimento norte-americano Donaldson, Lufkin & Jenrette.

Lusa

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.