sicnot

Perfil

Economia

No último ano nasceram em Portugal mais de 37 mil empresas

Em Portugal nasceram em 12 meses 37.399 novas empresas, mais 3,3% em termos homólogos, demonstra um estudo da Informa D&B. Por áreas de atividade, destaque para o setor da agricultura, pesca e caça, que em fevereiro deste ano viu o número de empresas e outras organizações aumentarem em 40%, em termos homólogos, seguindo-se as atividades imobiliárias, com um aumento de 38%.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Nacho Doce / Reuters

A Informa D&B, empresa especialista em informação sobre o tecido empresarial, classifica como 'startups' as empresas com menos de um ano de atividade, independentemente do setor, e como jovens empresas as que têm entre um e cinco anos.

Segundo o estudo Barómetro Informa, de março de 2016, entre março do ano passado e fevereiro deste ano, nasceram em Portugal 37.399 'startups' e outras organizações, contra as 36.195 que surgiram no período homólogo anterior.

De acordo com informação da Informa D&B, 2,5% das 'startups' existentes em Portugal com menos de um ano são tecnológicas e 2,4% das empresas jovens são igualmente tecnológicas.

Já as empresas tecnológicas com mais tempo no mercado (a partir dos seis anos) representam 1,8% do universo empresarial.

No que diz respeito às 'startups' em geral, e independentemente do setor, fecharam entre março de 2015 e fevereiro deste ano 15.904 empresas, mais 8,4% face aos 12 meses anteriores.

Contudo, as insolvências estão a reduzir-se e, naqueles 12 meses, houve menos 8% de empresas a falir, num total de insolvências de 4.052, segundo os dados da Informa D&B.

Por áreas de atividade, destaque para o setor da agricultura, pesca e caça, que em fevereiro deste ano viu o número de empresas e outras organizações aumentarem em 40%, em termos homólogos, seguindo-se as atividades imobiliárias, com um aumento de 38%.

Ainda assim, é o setor dos serviços que mantém a liderança no que diz respeito ao número de empresas e outras organizações, que atingiram em fevereiro cerca de 154 mil.

Por distritos, no mesmo mês, Lisboa liderava, ao concentrar perto de 122 mil empresas e outras organizações, representando 27,8% do total, seguindo-se o Porto, com cerca de 76 mil, correspondentes a 17,2%, e Braga, com 34 mil novas empresas, significando 7,8% do total.

Apesar de apresentarem números inferiores, destacam-se ainda os distritos de Aveiro, com 27 mil empresas e outras organizações (6,2), Setúbal, com 26 mil (5,8%), Leiria e Faro, ambos com cerca de 21 mil novas empresas (4,7%).

No encalce estão ainda Santarém, Coimbra, Viseu, Funchal, Viana do Castelo e Castelo Branco.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Chamar o médico a casa é um procedimento habitual para muitas famílias, mas chamar um enfermeiro a casa é menos comum. Uma portuguesa criou um sistema inovador no mundo em que pode chamar um enfermeiro a casa através da internet ou de uma aplicação para telemóvel com os mesmos preços em todo o país e sem mensalidades. Só paga o serviço que utilizar. O Contas Poupança foi conhecer os preços e comparar para ver se compensa.

  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29