sicnot

Perfil

Economia

TAP quer começar a voar para o Canadá em 2018

A TAP quer voar para o Canadá em 2018, o que será possível com a chegada dos primeiros de 53 aviões comprados pela companhia aérea portuguesa à Airbus, anunciou hoje o administrador Trey Urbahn.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Paulo Whitaker / Reuters

"Está no plano voar para o Canadá, mas ainda não está fechado quando", afirmou o administrador da TAP, na exposição de interiores de avião, a decorrer em Hamburgo, onde foi anunciado que a companhia aérea portuguesa vai ser a primeira a operar o novo avião A330.

Em declarações aos jornalistas, Trey Urbahn explicou que o reforço da frota, com a chegada dos primeiros aviões prevista para o último trimestre de 2017, vai permitir expandir a rede servida pela TAP, sendo o Canadá uma das prioridades da companhia liderada por Fernando Pinto.

Sem precisar uma data para o início da operação para o Canadá, o administrador explicou que o objetivo é começar com ligações a Montreal, com aviões mais pequenos, devendo numa segunda fase assegurar ligações a Toronto.

No interior da cabine Airspace, que vai equipar as novas aeronaves A330-900neo, o administrador da TAP explicou que ter sido a companhia escolhida para realizar o primeiro voo será muito positivo: "Todos os operadores vão estar a olhar para o primeiro avião".

Os aviões A330-800neo e A330-900neo são os dois novos aviões da Airbus lançados em julho de 2014, cujas primeiras entregas estão previstas começar no final de 2017.

Em novembro de 2015, a TAP anunciou a encomenda à Airbus de 53 aviões Widebody e de corredor único, entre os quais 14 A330-900neo e 39 A320neo, substituindo a encomenda anteriormente feita de 12 A350 pelos A330 neo.

A administração da TAP recusou dar valores do investimento na renovação da frota, mas, a preço de catálogo, os 14 aviões A330-900 neo representam um investimento superior a 3.500 milhões de euros, uma vez que cada aeronave destas custa 287 milhoes de dólares (253 milhões de euros), a preço de catálogo, que depois é renegociado em cada contrato.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.