sicnot

Perfil

Economia

Corte nos salários dos políticos e nas ajudas de custo mantêm-se

A redução de 5% nos ordenados dos titulares de cargos políticos e nas ajudas de custo e do subsídio de transporte funcionários públicos até 20% mantêm-se este ano, segundo uma circular das direções-gerais de Orçamento e Emprego.

Numa circular conjunta divulgada hoje, as direções-gerais de Orçamento (DGO) e da Administração e do Emprego Público (DGAEP) esclarecem que três medidas de contenção orçamental aplicadas em 2010 são para manter este ano.

Em causa está a redução de 5,0% do vencimento dos titulares de cargos políticos (inclui o Presidente da República e o primeiro-ministro) e gestores públicos e equiparados, bem como dos membros das Casas Civil e Militar, da Presidência da República e dos Governos Regionais (à exceção de motoristas e secretariado).

Além disso, a circular define também que se mantém, este ano, a redução do valor das ajudas de custo entre 15% e 20% e o corte do subsídio de transporte até 15% para funcionários públicos.

Estas medidas foram introduzidas em 2010 pelo Governo socialista liderado por José Sócrates, com um conjunto de medidas de austeridade para contenção do défice excessivo, antes do pedido de resgate.

As duas direções-gerais lembram um artigo do Orçamento do Estado para 2016 (OE2016) que estabelece a prorrogação dos efeitos temporários de determinadas normas cuja vigência está "condicionada à manutenção do procedimento por défice excessivo ou do Programa de Assistência Económica e Financeira".

Nesse sentido, as duas direções esclarecem que "se mantêm na ordem jurídica e produzem os respetivos efeitos em plenitude" os artigos de 2010 referentes àqueles três cortes.

Lusa

  • Governador do Banco de Portugal debaixo de fogo
    2:25

    Banif

    O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, está a ser pressionado para sair. À exceção do PSD, os partidos políticos estão unidos nesta pretensão mas o processo está pendente de ficar provado que houve falha grave de Carlos Costa. O Governador do Banco de Portugal argumenta que foi o sigilo que o impediu de informar o Governo sobre a sugestão ao BCE de limitar o financiamento ao Banif.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.