sicnot

Perfil

Economia

Continental investe 60 M€ para produzir pneus agrícolas em Portugal

O Grupo Continental vai investir 60 milhões de euros numa nova unidade em Portugal, destinada à produção de pneus agrícolas, que deve entrar em funcionamento em 2017, anunciou o diretor geral da Continental Pneus Portugal.

© Morris MacMatzen / Reuters

Segundo Pedro Teixeira, a nova instalação, que já começou a ser construída, deve começar a produzir pneus agrícolas a partir do segundo semestre de 2017 e criar entre 120 a 125 postos de trabalho diretos.

A nova unidade situa-se ao lado da já existente fábrica de pneus Continental Mabor, em Lousado (Vila Nova de Famalicão), que está também em expansão.

"O projeto a longo prazo é produzir 20 milhões de pneus por ano até 2020, o que significa mais de 50 mil pneus por dia", adiantou o mesmo responsável numa conferência de imprensa.

O Grupo Continental, que emprega cerca de 2.200 pessoas em Portugal, conta com cinco empresas em território nacional: Continental Lemmertz (que fornece componentes automóveis à fábrica da Volskwagen em Palmela, a Autoeuropa), Continental Teves (sistemas de travões), Indústria Têxtil do Ave (telas têxteis para pneus), Continental Mabor (pneus) Continental Pneus Portugal (comercialização).

Entre 2012 e 2015, a faturação da Continental em Portugal cresceu cerca de 40%, atingindo os 71,8 milhões de euros no ano passado (+10,3% do que os 65,1 milhões registado em 2014).

Apesar do aumento das vendas, os lucros tiveram um decréscimo de quase 10%, passando de 1,041 milhões de euros em 2014 para 938 mil euros no ano passado, o que Pedro Teixeira justificou com fatores como uma provisão de cobranças duvidosas que não foi usada em 2014 e o início de um contrato quilométrico no ano passado, "que implica um nível de investimento que só é recuperado no fim".

O grupo tem planos para continuar a desenvolver-se em 2016, estimando "crescer em linha" com as estimativas de 2,6% para o mercado de pneus para ligeiros e acima do crescimento de 10% previsto para o mercado de pesados, de acordo com o diretor geral da Continental Pneus Portugal.

A estratégia passa também pelo alargamento da cobertura geográfica da rede de oficinas ContiService, que presta serviços de pneus e mecânica, e conta atualmente com 18 pontos de venda.

Pedro Teixeira salientou que, depois do investimento de 700 mil euros feito no ano passado, o objetivo é chegar a 2020 com uma rede de 100 agentes ContiService, de norte a sul do país.

Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC