sicnot

Perfil

Economia

Ministro das Finanças é hoje ouvido no parlamento

O ministro das Finanças, Mário Centeno, é ouvido hoje no parlamento e os programas de Estabilidade e Nacional de Reformas, que vão ser discutidos na Assembleia da República na próxima quarta-feira, devem marcar o debate.

Mário Centeno, ministro das Finanças

Mário Centeno, ministro das Finanças

© Rafael Marchante / Reuters

De manhã os deputados ouvem o Conselho de Finanças Públicas. À tarde, a Comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa ouve Mário Centeno.

Os números da execução orçamental até março e a existência de um eventual plano B também deverão marcar o debate.

Até ao final do mês, o Governo deverá submeter os programas de Estabilidade e Nacional de Reformas à Comissão Europeia.

  • Ministros Finanças da UE querem sistema de troca de informações contra evasão fiscal
    2:13

    Panama Papers

    Os ministros das Finanças dos 28 estados-membros da União Europeia estiveram hoje reunidos em Amesterdão para discutir o escândalo Panama Papers. Da reunião saiu a ideia de um sistema de troca automática de informações para combater a evasão fiscal. Antes houve reunião do Eurogrupo, para discutir a Grécia, o caso português só ser analisado em Junho. O encontro ficou marcado por uma gafe a envolver o nome de Mário Centeno.

  • Programa de Estabilidade português foi aprovado
    2:50

    Economia

    Já foi aprovado o Programa de Estabilidade que traça o rumo das contas do país até 2020. É previsto que a economia cresça menos do que se esperava, mas no final do ciclo, Portugal vai conseguir atingir um excedente orçamental. O ministro das Finanças Mário Centeno frisa que não estão previstos aumentos nos impostos nem cortes salariais. Mário Centeno acredita que a estratégica desenhada terá luz verde de Bruxelas.

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.