sicnot

Perfil

Economia

Afinal há um plano B para 2017

NOTÍCIA SIC

Afinal há um plano B para 2017

O Governo não explicou aos portugueses as medidas do Programa de Estabilidade que mais impacto vão ter no seu bolso. Há um anexo ao documento que foi entregue na Comissão Europeia, na UTAO e no Conselho de Finanças Públicas, mas não chegou a ser revelado publicamente. A SIC sabe que entre outras medidas para reduzir o défice em 2017, haverá poupanças no pagamento das prestações sociais.

O plano já está traçado: Mário Centeno ainda tem de se preocupar em reduzir o défice para os 2,2% este ano, mas já está a preparar as contas do próximo. É que em 2017 quer que o buraco nas contas públicas desça para 1,4%, ou seja, de agora até ao próximo ano tem de conseguir cortar 1400 milhões de euros.

Ao que a SIC apurou, o Governo já tem as medidas concretas e as contas apuradas.

A maior receita deverá chegar do BPP, o Banco Privado Português deve devolver, no próximo ano, os 450 milhões de euros em garantias dadas pelo Estado.

As parcerias público-privadas, que foram renegociadas, devem gerar uma poupança de 90 milhões e os pagamentos que foram mal feitos pela Segurança Social devem render 70 milhões de euros.

Outros 30 milhões deverão chegar através das prestações sociais. O Governo vai rever os pagamentos, com o objetivo de poupar dinheiro. Ao que a sic apurou, esta revisão vai ser feita em todas as prestações sociais.

Depois, é esperar que a economia faça o seu papel: terá de crescer ao ritmo previsto pelo Governo, o que também fará com que aumente a receita com impostos, se os portugueses gastarem mais.

Nos impostos, também haverá novidades: o Governo não diz onde, para já, mas a SIC sabe que estima conseguir mais 180 milhões de euros em 2017.

Há medidas que ainda não têm contas feitas. É o caso do corte nas despesas correntes dos ministérios, do impacto que o Governo espera com medidas de modernização da administração pública e com entrada de menos trabalhadores para o Estado.

Tudo junto, e nas contas do governo, dará os 1.400 milhões de euros necessários para descer o défice para 1,4%.

O executivo acredita que estas medidas bastarão e continua convencido que também este ano não será necessário um plano B.

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.