sicnot

Perfil

Economia

Galp Energia com resultado líquido de 114 M€ no 1º trimestre

A Galp Energia registou um resultado líquido ajustado de 114 milhões de euros no primeiro trimestre do ano, uma diminuição de sete milhões face ao período homólogo de 2015, informou hoje a empresa.

(Arquivo)

(Arquivo)

MARIO CRUZ/LUSA

Na comunicação dos resultados trimestrais à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Galp Energia adianta que, de acordo com as Normas Internacionais de Relato Financeiro (IFRS), o resultado líquido foi negativo em 58 milhões de euros, "incluindo um efeito 'stock' negativo de 92 milhões de euros (decorrente da descida do preço das 'commodities') e eventos não recorrentes de 80 milhões".

O crescimento da produção de petróleo e gás no primeiro trimestre contribuiu para atenuar os efeitos da descida do preço do petróleo.

Segundo a petrolífera portuguesa, o ritmo de crescimento da produção de petróleo e gás manteve-se nos primeiros três meses do ano, com a entrada em operação da sua quinta unidade flutuante no Brasil, embora não tenha compensado inteiramente a descida das cotações do crude, fixando-se a redução homóloga dos resultados líquidos em sete milhões de euros.

A produção total de petróleo e gás da Galp Energia no primeiro trimestre do ano aumentou 35,8% em relação ao mesmo período de 2015, para uma média diária de 56,3 mil barris, dos quais 52,9 foram de crude e os restantes de gás.

Após a entrega da parte desta produção devida aos países onde produz, em contrapartida pelos direitos de exploração e em impostos em espécie, a empresa ficou com 53,7 mil barris por dia, mais 38,7% do que nos primeiros três meses de 2015.

O Ebitda (resultados antes de impostos, juros e amortizações) ajustado atingiu os 239 milhões de euros, menos 22% do que no período homólogo de 2015.

A margem de refinação diminuiu para 4,1 dólares por barril, o que, segundo a Galp, está em linha com os mercados internacionais.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.