sicnot

Perfil

Economia

É proibido arrendar apartamentos (inteiros) pelo Airbnb em Berlim

As autoridades de Berlim proibiram o arrendamento de curta duração de apartamentos na cidade através do Airbnb. Desde 1 de maio, os senhorios que arrendarem através desta plataforma sem o devido pedido de autorização arriscam-se a uma multa que pode ir até aos 100 mil euros.

reuters

A lei já foi aprovada em 2014, mas previa um período de transição que acabou a 30 de abril. Só se aplica porém, a apartamentos por inteiro e não a um ou mais quartos. Os turistas podem arrendar pelo Airbnb quartos, mas não apartamentos.

O responsável pela pasta do Desenvolvimento Urbano da cidade, Andreas Geise, explica que a medida "é necessária" para "manter as rendas acessíveis" e "devolver os apartamentos desviados às pessoas de Berlim e aos recém-chegados”.

Berlin apelou, entretanto, aos residentes para denunciarem de forma anónima quem violar a nova lei.

De acordo com o The Independent, a taxa de apartamentos disponíveis do Airbnb já diminuiu 40%.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08