sicnot

Perfil

Economia

Greve dos estivadores já dura há duas semanas

Greve dos estivadores já dura há duas semanas

A greve dos estivadores está a prejudicar a indústria alimentar e a confederação empresarial teme que o consumo de bens essenciais fique comprometido. A paralisação dura há duas semanas e até agora não há acordo entre os estivadores e o Governo.

  • Greve dos estivadores pode levar a escassez de bens alimentares
    2:06

    Economia

    A paragem no Porto de Lisboa dura há uma semana e deverá prolongar-se até 27 de Maio. A indústria alimentar avisa que já há rutura de stocks na alimentação animal e que a escassez pode chegar à indústria panificadora. O setor fala em milhões de prejuízos caso paralisação se mantenha na próxima semana.

  • Estivadores e Governo não chegaram a acordo

    País

    Os estivadores e o Governo não chegaram a acordo esta tarde para resolver a situação que leva à greve nos portos nacionais. A greve dura já há mais de duas semanas e pode prolongar-se até 27 de maio, pelo menos essa é a data que consta no pré-aviso entregue.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.