sicnot

Perfil

Economia

Trabalhadores de handling hoje em marcha de protesto

Os trabalhadores de handling da Portway e SPdH/Groundforce realizam uma hoje uma ação de luta conjunta denominada Marcha do Handling, em Lisboa, para exigirem a negociação de um contrato coletivo de trabalho que "traga estabilidade".

(Arquivo)

(Arquivo)

LUSA

Na sequência deste protesto, a ANA - Aeroportos apelou esta terça-feira aos passageiros que têm voos previstos para o período entre as 10:00 e as 11:30 para se deslocarem para o aeroporto de Lisboa com antecedência, admitindo que possa haver constrangimentos causados pela concentração de trabalhadores.

Para evitar constrangimentos, a ANA - Aeroportos de Portugal "alerta os passageiros que tenham voos previstos para o período em causa para que, face ao contexto, se desloquem para o Aeroporto de Lisboa com maior antecedência", lê-se num comunicado emitido pela gestora dos aeroportos.

Cumprindo a decisão dos plenários de trabalhadores realizados a 18 de abril, o Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (SITAVA) convocou uma ação de protesto conjunta dos trabalhadores de 'handling' (assistência nos aeroportos), que se irão concentrar no Aeroporto de Lisboa para também exigirem o fim da precariedade e dos baixos salários, que atinge mais de 1.600 trabalhadores do setor.

O sindicato marcou também uma greve para o setor do 'handling para 4 de maio', que na Portway se cumpre entre as 05:00 e as 17:00 horas, enquanto na empresa SPdH/Groundforce realiza-se entre as 10:00 e as 15:00 horas.

No passado dia 27 de abril, o presidente do Conselho de Administração da Portway, Jorge Ponce de Leão, disse no parlamento que a empresa de 'handling' esperava readmitir os trabalhadores afetados pelo despedimento coletivo dentro de quatro a cinco anos, quando recuperasse os atuais níveis de atividade.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Buscas no Benfica? "A Justiça está a funcionar"
    0:18

    Desporto

    Bruno de Carvalho reagiu esta quinta-feira às buscas efetuadas no Benfica. À saída de uma audiência no Ministério da Educação, o presidente do Sporting abordou o tema para dizer que é sinal de que a justiça está a funcionar.

  • Este foi provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O clube de amigos de António Costa

    Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC