sicnot

Perfil

Economia

Viagem entre o Porto e Quintanilha pela A4 vai custar 7,30 €

A Autoestrada do Marão possui 30 quilómetros, 5,6 por túnel e 12 viadutos, e conclui a ligação por autoestrada (A4) entre o Porto e a fronteira, em Bragança, de 200 quilómetros e 7,30 euros de portagem.

Sete anos depois do arranque da obra, a Autoestrada do Marão vai abrir ao trânsito às 00:00 de domingo.

A nova autoestrada, construída entre Vila Real e Amarante, visa contribuir para o desenvolvimento de Trás-os-Montes e do Douro, garantir a mobilidade em melhores condições e segurança e contribuir para a redução dos tempos de percurso entre o interior e o litoral e da sinistralidade rodoviária.

Esta via apresenta-se como alternativa ao Itinerário Principal 4 (IP4), um traçado de montanha que foi palco de muitos e graves acidentes.

Com quase 30 quilómetros, a nova autoestrada inclui um túnel rodoviário com 5,6 quilómetros e ainda 12 viadutos, o maior dos quais com 913 metros de extensão e 120 metros de altura.

Ao longo do traçado foram ainda construídas cinco passagens de fauna e plantadas cerca de 700 árvores.

O empreendimento possui três nós de ligação, sendo que o pórtico de cobrança de portagens está instalado perto do nó da Campeã, no concelho de Vila Real.

Percorrer o túnel, em situação normal de circulação, demora cerca de quatro minutos e vai custar 1,95 euros (veículos classe 1), 3,40 euros (classe 2), 4,40 euros (classe 3) e 4,90 euros (classe 4).

Nesta autoestrada, vão aplicar-se os descontos praticados nas ex SCUT, nomeadamente para os veículos de mercadorias 10% no período diurno, 25 % no período noturno, fins de semana e feriados.

Os motociclos terão um desconto de 30% (com utilização de dispositivo eletrónico).

O preço da portagem previsto para a Autoestrada do Marão, aquando do arranque da obra há sete anos, era de cerca de três euros.

O túnel e as variantes de Bragança e Vila Real eram os únicos troços portajados nos contratos das empreitadas das autoestradas do Marão e Transmontana, esta última que liga Vila Real a Bragança.

O percurso entre o Porto e Vila Real vai ter uma portagem total de 5,95 euros para veículos classe 1, mas se os automobilistas optarem por atravessar o viaduto do Corgo, para a zona industrial de Vila Real e já inserido na Autoestrada Transmontana, o custo acresce mais 70 cêntimos.

Viajar entre o Porto e Quintanilha pela A4 vai custar 7,30 euros para veículos classe 1 e 18,25 para veículos classe 4.

Nos últimos dias têm-se multiplicado as posições em defesa da abolição de portagens na Autoestrada do Marão, nomeadamente por parte da Comissão de Utentes da A4, bem como pelo Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV) e o Bloco de Esquerda.

O Governo já referiu que as portagens se justificam devido à existência de uma via alternativa, o IP4, que se vai manter em funcionamento, e porque se trata de "uma obra de extraordinária dimensão, com um investimento financeiro muito significativo".

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.