sicnot

Perfil

Economia

Estivadores mantêm greve porque consideram que nada mudou

Estivadores mantêm greve porque consideram que nada mudou

Os estivadores mantêm a greve, que se prolonga até 27 de maio. O Sindicato considera que nada se alterou, no que diz respeito aos fundamentos que os levaram à paralisação e, acrescentam ainda que os serviços mínimos estão a ser cumpridos. Dizem que muito provavelmente a greve só terminará com uma decisão política. António Mariano, presidente do Sindicato dos Estivadores, fala sobre o assunto.

  • Greve dos estivadores já dura há duas semanas
    1:54

    Economia

    A greve dos estivadores está a prejudicar a indústria alimentar e a confederação empresarial teme que o consumo de bens essenciais fique comprometido. A paralisação dura há duas semanas e até agora não há acordo entre os estivadores e o Governo.

  • Estivadores e Governo não chegaram a acordo

    País

    Os estivadores e o Governo não chegaram a acordo esta tarde para resolver a situação que leva à greve nos portos nacionais. A greve dura já há mais de duas semanas e pode prolongar-se até 27 de maio, pelo menos essa é a data que consta no pré-aviso entregue.

  • Greve dos estivadores pode levar a escassez de bens alimentares
    2:06

    Economia

    A paragem no Porto de Lisboa dura há uma semana e deverá prolongar-se até 27 de Maio. A indústria alimentar avisa que já há rutura de stocks na alimentação animal e que a escassez pode chegar à indústria panificadora. O setor fala em milhões de prejuízos caso paralisação se mantenha na próxima semana.

  • Governo impõe os serviços mínimos no Porto de Lisboa
    2:13

    Economia

    O Governo vai impor os serviços mínimos no Porto de Lisboa em resposta à greve dos estivadores que dura há mais de uma semana e que entretanto foi alargada até ao dia 27 de Maio. A tutela entende que a paragem total do Porto de Lisboa está a por em causa o abastecimento dos Açores e da Madeira.

  • Atrás das Câmaras em Mirandela
    2:36

    Atrás das Câmaras

    A SIC está a percorrer o pais para ouvir as historias dos municípios e dos eleitores. Até às autárquicas, o programa opinião pública dá lugar ao Atrás das Câmaras, que hoje está em Mirandela, no distrito de Bragança, como conta a repórter Catarina Lázaro.

    Hoje na SIC e SIC Notícias

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • "Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo"
    0:39

    Orçamento do Estado 2018

    O deputado e economista do PS Paulo Trigo Pereira defende que o desagravamento fiscal que o Governo quer pôr em marcha é "moderado". Em entrevista ao Público e à Renascença, o socialista diz que é preciso realismo e que é uma "alquimia" mexer ao mesmo tempo nas carreiras, pensões e rendimentos dos trabalhadores.

  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15