sicnot

Perfil

Economia

PM contraria oposição e destaca "momento de grande confiança e investimento"

PM contraria oposição e destaca "momento de grande confiança e investimento"

António Costa contraria a oposição e diz que desde 1986 não havia tantas propostas de investimento no país. Na inauguração de um hotel em Ribeira da Pena, o primeiro-ministro garante que há confiança por parte dos investidores para apostarem em Portugal.

"Felizmente, vivemos neste momento, no país, um momento onde há grande disponibilidade para o investimento. No concurso que abrimos em abril para atribuição de fundos comunitários às empresas bateram-se todos os recordes de candidaturas, com um valor superior a 2.000 milhões de euros", afirmou o chefe do Governo.

Discursando em Ribeira de Pena, no distrito de Vila Real, quando inaugurava uma unidade hoteleira de quatro estrelas, António Costa sublinhou que "nunca, desde 86, tinha havido tanta iniciativa e propostas de investimento", um sinal de "que há projetos, iniciativa e confiança dos investidores".

Para o primeiro-ministro, muitos desses projetos de média dimensão, como o hotel que hoje inaugurou, são "fundamentais para estruturar o conjunto do território, não só nos grandes centros urbanos", e representam "oportunidades de criar riqueza e postos de trabalho".

"Se queremos fixar população e inverter esse ciclo de despovoamento, temos de ter infraestruturas, certamente, mas sobretudo investimento que gere emprego, porque só o emprego fixa e atrai população", acrescentou.

Elogiando a unidade hoteleira e os seus empreendedores, Costa disse que se trata de "um excelente exemplo" desta estratégia.

"O que aqui temos é um turismo que aposta na natureza, na sua relação com esta paisagem maravilhosa, com os equipamentos desportivos e que acrescentam a este território uma oferta diferente do sol e praia ou das grandes cidades", afirmou.

Para o primeiro-ministro, "a valorização do território passa pela proteção do ambiente, do património cultural, da gastronomia e dos produtos naturais".

E acrescentou: "O turismo representa hoje mais de 15% do que o país exporta e mais de 8% dos postos de trabalho em todo o país". No entanto, é dever do Governo "alargar as zonas de influência turística, oferecendo produtos diferenciados e que tornam os territórios mais valorizados".

Também para o presidente da Câmara de Ribeira de Pena, Rui Alves, o equipamento hoje inaugurado será importante para dinamizar a economia do concelho, gerando riqueza e emprego.

Só com investimento, defendeu, será possível inverter o ciclo de perda de população de um concelho que, no período de uma geração, perdeu cerca de 50% da população, o que se agravou nos últimos anos com a emigração.

A unidade hoteleira hoje inaugurada, de quatro estrelas, designada "Pena Parque Hotel", tem 96 quartos, criou cerca de 40 postos de trabalho diretos e situa-se junto à saída da autoestrada A7,nos arredores da vila.

O hotel representa um investimento de oito milhões de euros, 3,4 milhões dos quais comparticipados por fundos comunitários.

A autarquia disponibilizou o terreno a preço simbólico e executou os acessos.

Com Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • Câmara de Lisboa reorganiza rede municipal de teatros
    2:52

    Cultura

    É uma pequena revolução na rede de teatros municipais em Lisboa. A Câmara, através da EGEAC, vai assumir a gestão do antigo teatro onde funcionou a Cornucópia, e que fechou há exatamente um ano. A autarquia de Lisboa vai ainda concessionar a gestão do Teatro Maria Matos, e abrir uma nova sala, para teatro infantil, em Belém. A informação foi avançada à SIC pela vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, Catarina Vaz Pinto.

    Notícia SIC

  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC