sicnot

Perfil

Economia

Reembolsos antecipados de mais 6.600M€ ao FMI já estão autorizados

O secretário de Estado do Tesouro disse hoje que o reembolso de mais 6.600 milhões de euros ao FMI este ano já foi autorizado, recusando que esteja prevista uma aceleração dos reembolsos além do planeado.

© Kim Kyung Hoon / Reuters

No sábado, o semanário Expresso noticiou que o Estado português está a acelerar o pagamento dos empréstimos ao Fundo Monetário Internacional (FMI) para poupar em juros, citando uma apresentação a investidores enviada pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) em abril.

No documento, a agência liderada por Cristina Casalinho afirma que os reembolsos antecipados ao FMI aumentaram 4.000 milhões de euros, dos 4.600 milhões previstos no Orçamento do Estado de 2016, para 8.600 milhões de euros, sendo que 2.000 milhões já foram pagos.

"Isto não altera as necessidades de financiamento para este ano, uma vez que o aumento resulta diretamente da expectativa de venda de ativos financeiros que se prevê que aconteça no final deste ano", afirma o IGCP, acrescentando que "quaisquer reembolsos adicionais" estão dependentes dessas vendas -- entre elas do Novo Banco -- bem como das "condições de mercado".

Questionado sobre se já há autorização para o novo reembolso antecipado, o secretário de Estado Adjunto, do Tesouro e das Finanças, Ricardo Mourinho Félix, disse que "o que está no documento do IGCP é aquilo que já foi pedido e autorizado para reembolsar".

Além dessa, garantiu, "não está prevista uma aceleração do ritmo dos reembolsos", até porque o IGCP tem neste momento uma estratégia de manutenção de uma "almofada" que garanta metade do financiamento do Estado durante os 12 meses seguintes, que "vai ser seguida".

"Aqui há uma escolha a fazer, eu posso reembolsar mais rapidamente o FMI exaurindo os meus 'cash buffers' [almofadas financeiras]. Não vai haver nenhum pagamento ao FMI que permita baixar custos pondo em risco os 'cash buffers'. Enquanto Portugal tiver a situação que tem atualmente e enquanto não houver 'upgrades' por parte de mais agências de rating é adequado manter cash buffers desta magnitude", afirmou Ricardo Mourinho Félix.

Por sua vez, a presidente do IGCP, Cristina Casalinho, disse que a revisão do reembolso antecipado ao FMI no documento apresentado a investidores foi uma "adaptação" do que consta do Programa de Estabilidade 2016-2020, que prevê uma redução da despesa com juros de 0,6 pontos percentuais do PIB naquele horizonte temporal.

"A alienação de ativos financeiros e a amortização de empréstimos concedidos pela Administração Pública permitirão uma redução nominal da dívida pública, pela realização de pagamentos antecipados do empréstimo do FMI", lê-se no Programa de Estabilidade.

Os dois responsáveis falavam aos jornalistas à margem da apresentação dos resultados da oferta pública de subscrição de Obrigações do Tesouro com Rendimento Variável (OTRV), que decorreu hoje em Lisboa.

Lusa

  • Sporting de Braga afastado da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting de Braga derrotou esta quinta-feira o Marselha, em Braga, por 1-0, na segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Um triunfo insuficiente para o apuramento, depois do desaire da equipa minhota em França (3-0).

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • "O dia a dia na Síria também é lutar por um pão"
    10:13

    Mundo

    Desde domingo que os bombardeamentos do regime sírio a Ghouta já fizeram mais de 400 mortos. Ghouta é o último reduto rebelde nos arredores da capital da síria, onde as forças fiéis a Bashar Al Assad iniciaram no domingo uma intervenção militar de larga escala. Cândida Pinto, editora de Internacional da SIC, e a psicóloga Maria Palha, que já esteve na Síria ao serviço dos Médicos Sem Fronteiras, estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre o assunto.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Proposta de um cessar-fogo na Síria sem acordo

    Mundo

    O embaixador da Rússia junto das Nações Unidas afirmou esta quinta-feira que os 15 membros do Conselho de Segurança não alcançaram um acordo para aprovar um cessar-fogo de 30 dias na Síria, proposta negociada há mais de duas semanas.