sicnot

Perfil

Economia

Trabalhadores dependentes vão deixar de entregar IRS

NOTÍCIA SIC

Trabalhadores dependentes vão deixar de entregar IRS

Os trabalhadores por conta de outrém vão deixar de entregar declarações do IRS. Esta é uma das medidas que consta do novo programa simplex que o Governo apresenta amanhã e que a SIC avança hoje em primeira mão.

  • Três milhões e meio de contribuintes vão deixar de apresentar IRS
    8:32

    Economia

    O Governo promete avançar com 255 medidas para simplificar e desburocratizar a vida dos portugueses. Uma das mais emblemáticas é a que diz que os trabalhadores por conta de outrém e reformados vão deixar de entregar declarações do IRS. A ministra da Presidência e Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para explicar esta medida e o novo programa Simplex que será apresentado amanhã pelo Governo. A ministra garante que no total serão cerca de três milhões e meio de pessoas que vão deixar de ser obrigadas a entregar a declaração de IRS.

  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21