sicnot

Perfil

Economia

Marcelo adverte contra "permanente agitação dos analistas"

Marcelo adverte contra "permanente agitação dos analistas"

Questionado sobre a análise da agência de notação financeira Moody´s, hoje divulgada, segundo a qual o défice se deverá fixar nos 3,0%, acima das previsões governamentais de 2,2%, Marcelo Rebelo de Sousa diz que a agitação dos analistas e a especulação são prejudiciais para a estabilidade dos mercados.

A este propósito, o chefe do Estado frisou que por vezes se questiona como é que é possível haver estabilidade dos mercados "se todos os dias há analistas, comentadores e especuladores que se interrogam sobre o que vai acontecer ou não na evolução da economia e das finanças portuguesas".

"Por um lado quer-se a estabilidade e por outro especula-se sobre a instabilidade", observou, considerando que essa é uma das razões da "instabilidade dos mercados internacionais".

"Ainda ontem as bolsas todas sofreram e sofrem por causa dessa permanente agitação dos analistas", afirmou o Presidente da República, que falava aos jornalistas no final de uma visita ao Exército, no Comando das Forças Terrestres, Amadora.

Interrogado sobre que mensagem levará na sua visita oficial à Alemanha, nos próximos dias 29 e 30, o Presidente da República afirmou esperar que a Europa perceba o esforço que os portugueses fizeram e que não os puna por causa do défice do ano passado.

"Eu espero que, por um lado, a Europa perceba o esforço que os portugueses fizeram e os sacrifícios por que passaram e espero que a Europa não puna os portugueses a propósito do défice do ano passado", afirmou.

A segunda mensagem, acrescentou, é a de que a Europa, "o que tem a contar por parte do Presidente da República português é estabilidade política e governativa".

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, até ao final de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano vão ser contratados novos assistentes de bordo, mas o sindicato diz que não chega.

  • "Um ataque e uma humilhação contra o povo catalão"
    1:35