sicnot

Perfil

Economia

Marcelo adverte contra "permanente agitação dos analistas"

Marcelo adverte contra "permanente agitação dos analistas"

Questionado sobre a análise da agência de notação financeira Moody´s, hoje divulgada, segundo a qual o défice se deverá fixar nos 3,0%, acima das previsões governamentais de 2,2%, Marcelo Rebelo de Sousa diz que a agitação dos analistas e a especulação são prejudiciais para a estabilidade dos mercados.

A este propósito, o chefe do Estado frisou que por vezes se questiona como é que é possível haver estabilidade dos mercados "se todos os dias há analistas, comentadores e especuladores que se interrogam sobre o que vai acontecer ou não na evolução da economia e das finanças portuguesas".

"Por um lado quer-se a estabilidade e por outro especula-se sobre a instabilidade", observou, considerando que essa é uma das razões da "instabilidade dos mercados internacionais".

"Ainda ontem as bolsas todas sofreram e sofrem por causa dessa permanente agitação dos analistas", afirmou o Presidente da República, que falava aos jornalistas no final de uma visita ao Exército, no Comando das Forças Terrestres, Amadora.

Interrogado sobre que mensagem levará na sua visita oficial à Alemanha, nos próximos dias 29 e 30, o Presidente da República afirmou esperar que a Europa perceba o esforço que os portugueses fizeram e que não os puna por causa do défice do ano passado.

"Eu espero que, por um lado, a Europa perceba o esforço que os portugueses fizeram e os sacrifícios por que passaram e espero que a Europa não puna os portugueses a propósito do défice do ano passado", afirmou.

A segunda mensagem, acrescentou, é a de que a Europa, "o que tem a contar por parte do Presidente da República português é estabilidade política e governativa".

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.