sicnot

Perfil

Economia

Grécia avisa que há medidas adicionais que não vão poder ser cumpridas

O Governo grego avisou os credores europeus e o FMI que não tem condições para pôr em prática algumas das medidas acordadas em Bruxelas, na semana passada.

REUTERS

A notícia é avançada pela agência de notícias Reuters, que cita fontes próximas das negociações.

O Governo da Grécia entende que não existirá base política para aprovar medidas como as reduções nos complementos de pensão ou para avançar com a privatização da estatal elétrica.

A imprensa grega diz mesmo que o ministro das Finanças enviou uma carta à Comissão Europeia, ao Banco Central Europeu e ao Fundo Monetário Internacional a avisar que algumas das medidas adicionais não poderão ser cumpridas.

Esta posição da Grécia pode vir a pôr em causa o desembolso de novos empréstimos ao país.

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.