sicnot

Perfil

Economia

INE deve confirmar hoje desaceleração da economia no primeiro trimestre

O Instituto Nacional de Estatística (INE) deve confirmar hoje que a economia portuguesa desacelerou no primeiro trimestre deste ano, por ter crescido 0,8% em termos homólogos e 0,1% face ao trimestre anterior.

(Lusa/ Arquivo)

O INE divulga hoje o destaque das Contas Nacionais Trimestrais relativas ao primeiro trimestre deste, depois de ter revelado, na estimativa rápida de 13 de maio, que a economia portuguesa cresceu 0,1% no primeiro trimestre deste ano face ao último trimestre de 2015 e avançou 0,8% em termos homólogos.

A confirmarem-se estes números, isto significa que a economia abrandou neste primeiro trimestre, não só face aos últimos três meses de 2015, quando o Produto Interno Bruto (PIB) avançou 0,2% em cadeia, mas também em termos homólogos, uma vez que entre janeiro e março do ano passado aumentou 1,7%.

De acordo com a estimativa rápida das contas nacionais no primeiro trimestre, em termos homólogos, "a procura externa líquida registou um contributo mais negativo para a variação homóloga do PIB do que no trimestre anterior, refletindo a desaceleração das exportações de bens e serviços".

Por sua vez, a procura interna "manteve um contributo positivo, próximo do verificado no trimestre anterior, observando-se um crescimento mais intenso do consumo privado, enquanto o investimento desacelerou significativamente, refletindo a redução da Formação Bruta de Capital Fixo".

Já comparativamente com o quarto trimestre de 2015, a melhoria do PIB em 0,1% foi justificada também com o contributo negativo da procura externa líquida, "em resultado das exportações de bens e serviços, enquanto a procura interna contribuiu positivamente".

O Governo prevê um crescimento económico de 1,8% este ano, estimativa que inscreveu no Orçamento do Estado para 2016 e que manteve com a apresentação do Programa de Estabilidade.

Esta meta tem sido considerada otimista, ficando abaixo das estimativas das principais instituições financeiras internacionais e nacionais: a Comissão Europeia e o Banco de Portugal antecipam que o PIB português cresça 1,5%, enquanto o Fundo Monetário Internacional prevê que avance 1,4%.

Lusa

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • Abate de animais nos canis proibido a partir de setembro
    1:35

    País

    O abate de animais nos canis passa a ser proibido a partir de setembro. Só em 2017, foram mortos cerca de 12 mil cães e gatos, uma média de um abate por hora. O Governo lançou um programa de incentivos financeiros de um milhão de euros, que ainda está a decorrer.

  • Cabazes solidários oferecidos pelo Governo encontrados no lixo
    0:57
  • Colheita da cereja já arrancou no Fundão
    1:54

    País

    A colheita das primeiras cerejas da época já começou no Fundão. A campanha atrasou um mês em relação a anos anteriores, por causa do inverno que se prolongou, mas os produtores garantem que o fruto é de qualidade.