sicnot

Perfil

Economia

Santos Silva diz que Portugal não votou nem votará contra acordos da Grécia

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, garantiu hoje que Portugal não votou o último nem votará contra o próximo acordo com a Grécia, insistindo que a consolidação orçamental estrutural deve ocorrer em contexto de crescimento económico.

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

MIGUEL A. LOPES / Lusa

"Desejamos para a Grécia o que desejamos para todos os Estados-membros da união económica e monetária: as condições necessárias para que possam compatibilizar políticas de estabilidade, que são absolutamente cruciais, com políticas de crescimento, que são também cruciais", disse hoje o chefe da diplomacia portuguesa, durante uma audição na comissão parlamentar de Assuntos Europeus, em resposta a acusações do PSD de "falta de transparência" e "incoerência".

O Governo português defende que "a consolidação orçamental estrutural faz-se em contexto de crescimento económico e não atacando o crescimento económico", referiu o ministro.

"Portugal não é obstáculo à conclusão de acordos entre as autoridades gregas e os restantes Estados-membros da união económica e monetária e/ou entre as autoridades gregas, a Comissão Europeia ou o Banco Central Europeu que as autoridades gregas consideram ser acordos que são positivos, isto é, que permitem resolver problemas", considerou Santos Silva, que garantiu: "Portanto, não votámos contra o anterior acordo como não votaremos contra o próximo acordo".

Lusa

  • Aprovado pacote de 10.300 milhões de euros para Grécia
    2:25

    Economia

    O Eurogrupo aprovou um pacote de 10300 milhões euros para a Grécia no âmbito do terceiro resgate financeiro ao país. Quanto às possíveis sanções a Portugal, sugeridas pelo Presidente do Eurogrupo, o ministro das Finanças diz não estar preocupado. Mário Centeno garante que o assunto não foi abordado na reunião que terminou já de madrugada.

  • Eurogrupo avalia resgate da Grécia e nova tranche de ajuda
    1:33

    Economia

    Os ministros das Finanças reúnem-se hoje em Bruxelas. Em cima da mesa está a conclusão da primeira avaliação do resgate grego e o desembolso de uma nova tranche que poderá chegar a 11 mil milhões de euros. A decisão, no entanto, não está garantida. É preciso que os países do euros e o FMI se entendam sobre um alívio da dívida grega.

  • A Catalunha "está farta da prepotência e dos abusos do governo"
    0:30
  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • Uber perde licença para operar em Londres

    Economia

    O regulador de transporte de Londres decidiu hoje que vai retirar à Uber a licença para operar na capital britânica. A proibição entra em vigor no final deste mês e vai afetar 40 mil motoristas da empresa multinacional norte-americana.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Família Portugal Ramos
    15:01