sicnot

Perfil

Economia

Santos Silva diz que Portugal não votou nem votará contra acordos da Grécia

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, garantiu hoje que Portugal não votou o último nem votará contra o próximo acordo com a Grécia, insistindo que a consolidação orçamental estrutural deve ocorrer em contexto de crescimento económico.

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

MIGUEL A. LOPES / Lusa

"Desejamos para a Grécia o que desejamos para todos os Estados-membros da união económica e monetária: as condições necessárias para que possam compatibilizar políticas de estabilidade, que são absolutamente cruciais, com políticas de crescimento, que são também cruciais", disse hoje o chefe da diplomacia portuguesa, durante uma audição na comissão parlamentar de Assuntos Europeus, em resposta a acusações do PSD de "falta de transparência" e "incoerência".

O Governo português defende que "a consolidação orçamental estrutural faz-se em contexto de crescimento económico e não atacando o crescimento económico", referiu o ministro.

"Portugal não é obstáculo à conclusão de acordos entre as autoridades gregas e os restantes Estados-membros da união económica e monetária e/ou entre as autoridades gregas, a Comissão Europeia ou o Banco Central Europeu que as autoridades gregas consideram ser acordos que são positivos, isto é, que permitem resolver problemas", considerou Santos Silva, que garantiu: "Portanto, não votámos contra o anterior acordo como não votaremos contra o próximo acordo".

Lusa

  • Aprovado pacote de 10.300 milhões de euros para Grécia
    2:25

    Economia

    O Eurogrupo aprovou um pacote de 10300 milhões euros para a Grécia no âmbito do terceiro resgate financeiro ao país. Quanto às possíveis sanções a Portugal, sugeridas pelo Presidente do Eurogrupo, o ministro das Finanças diz não estar preocupado. Mário Centeno garante que o assunto não foi abordado na reunião que terminou já de madrugada.

  • Eurogrupo avalia resgate da Grécia e nova tranche de ajuda
    1:33

    Economia

    Os ministros das Finanças reúnem-se hoje em Bruxelas. Em cima da mesa está a conclusão da primeira avaliação do resgate grego e o desembolso de uma nova tranche que poderá chegar a 11 mil milhões de euros. A decisão, no entanto, não está garantida. É preciso que os países do euros e o FMI se entendam sobre um alívio da dívida grega.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.