sicnot

Perfil

Economia

CMVM proíbe venda a descoberto das ações do BCP na quinta-feira

A CMVM decidiu proibir a venda a descoberto das ações do BCP na quinta-feira, depois de o banco ter encerrado o dia a perder 10,7% na bolsa de Lisboa, atingindo um mínimo histórico de 0,027 euros por ação.

© Hugo Correia / Reuters

Num comunicado enviado após o fecho do mercado, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) informa que decidiu a "proibição temporária de vendas a descoberto das ações representativas do capital social do Banco Comercial Português (BCP) no mercado regulamentado gerido pela Euronext Lisbon (bolsa de Lisboa) (...) com efeitos a partir das 00:00 de 02 de junho de 2016 e até às 23:59 do mesmo dia".

Para tomar esta decisão, o supervisor teve em conta a desvalorização das ações do banco na sessão de hoje, considerando que "a flutuação do preço das ações em causa não pode excluir a ocorrência de um fenómeno de especulação com impacto negativo".

A Autoridade Europeia dos Valores Mobiliários e dos Mercados (ESMA, na sigla inglesa) será notificada desta decisão do regulador português.

O jornal de Negócios noticiou hoje que "o BCP entrou mesmo na corrida à compra do Novo Banco", adiantando que a entidade liderada por Nuno Amado "é uma das instituições que está a passar a pente fino a informação detalhada sobre o banco de transição".

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.