sicnot

Perfil

Economia

Centeno e Moscovici reuniram-se antes de Eurogrupo no Luxemburgo

O comissário europeu dos Assuntos Económicos revelou que teve hoje um encontro bilateral com o ministro das Finanças, Mário Centeno, antes de uma reunião do Eurogrupo no Luxemburgo, sobre "a melhor forma" de fazer avançar as discussões em curso.

JULIEN WARNAND

Durante uma conferência de imprensa com o ministro das Finanças grego, Euclides Tsakalotos, o comissário Pierre Moscovici, questionado sobre eventuais sanções a Portugal no quadro do Procedimento por Défice Excessivo (PDE), lembrou que a Comissão "tomou decisões em maio", que suscitaram discussões, continuam a ser discutidas, e às quais Bruxelas "regressará no início de julho", acrescentando que hoje já teve oportunidade de falar com Centeno sobre "a melhor forma" de seguir em frente.

"Tive esta manhã um encontro bilateral com o senhor Centeno para ver como poderemos avançar da melhor forma, para ter o melhor resultado para Portugal e para a zona euro como um todo", disse o comissário.

Ao ser questionado sobre se eventuais sanções não seriam prejudiciais para a retoma da economia portuguesa, Moscovici apontou que esse não era o tema da conferência de imprensa com Tsakalotos, mas comentou ainda assim que, "em termos gerais, a Comissão quer defender o interesse geral da Europa", e as regras são para ser cumpridas, mas também para ajudar o crescimento e a recuperação económica.

"Estamos lá naturalmente para aplicar as regras, mas também para nos assegurar de que as regras apoiam o crescimento, a justiça social e a retoma, algo válido para todos os países na UE e na zona euro", disse, sem mais comentários.

Os ministros das Finanças da zona euro e União Europeia reúnem-se entre hoje e sexta-feira no Luxemburgo, estando prevista para a reunião a 28 a discussão do polémico adiamento de decisões sobre os procedimentos por défice excessivo a Portugal e Espanha.

A decisão da 'Comissão Juncker', a 18 de maio passado, de adiar para o início de julho (após as eleições em Espanha) recomendações ao Conselho Ecofin sobre os procedimentos por défice excessivo, e designadamente eventuais sanções, a Madrid e Lisboa continuam a suscitar críticas entre alguns Estados-membros, e o assunto será abordado na reunião de sexta-feira, indicou Jeroen Dijsselbloem, que até ao final de junho preside não só ao Eurogrupo como ao Ecofin, no quadro da presidência semestral holandesa da UE.

O Conselho deverá aprovar projetos de recomendações dirigidas aos Estados-membros sobre as respetivas políticas económicas apresentadas nos programas nacionais de reformas, e que incluem também projetos de pareceres sobre as políticas orçamentais nacionais constantes dos programas de estabilidade ou de convergência de cada Estado-membro, devendo as recomendações finais ser adotadas em julho.

O Conselho deverá ainda revogar o procedimento relativo ao défice excessivo no que respeita a Chipre, à Irlanda e à Eslovénia, e será no quadro desta discussão que deverá ser discutida a decisão da Comissão Europeia, que os serviços legais do executivo comunitário insistem que é legítima, mas que tem vindo a ser criticada por alguns altos responsáveis pelas pastas das Finanças, entre os quais o ministro alemão Wolfgang Schauble, e considerada estranha pelo próprio Dijsselbloem, que já advertiu a Comissão para a necessidade de, enquanto guardiã dos tratados, garantir que as regras são cumpridas.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.