sicnot

Perfil

Economia

Ministro avisa que a supervisão dos bancos vai ser mais interventiva

Ministro avisa que a supervisão dos bancos vai ser mais interventiva

O ministro das Finanças disse, esta segunda-feira, que o Banco de Portugal não se pode isolar do resto do país. Mário Centeno lembrou que a "inação" dos últimos anos causou problemas e a supervisão vai ter de ser mais interventiva. Estas declarações foram proferidas na tomada de posse dos novos administradores do Banco de Portugal.

  • Centeno apela a uma intervenção mais preventiva e pró-ativa do Banco de Portugal
    0:56

    Economia

    Tomaram posse, esta tarde, os dois novos administradores do Banco de Portugal. Elisa Ferreira e Máximo dos Santos integram a partir de agora o Conselho de Administração do banco central. A até agora eurodeputada socialista e o até aqui Presidente do Banco Espírito Santo, foram aprovados por unanimidade pelos deputados da Assembleia da República, depois de terem sido ouvidos na Comissão de Orçamento e Finanças. Na cerimónia desta tarde, o ministro Mário Centeno apelou a uma intervenção mais preventiva e pró-ativa do Banco de Portugal, para que se melhore a supervisão bancária.

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. Esta madrugada em Cambrils, cinco suspeitos foram abatidos e outra pessoa acabou por morrer, num segundo ataque. Há quatro detenções confirmadas. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Autoridades acreditam que suspeito do ataque nas Ramblas pertence a célula terrorista
    1:36
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55